Demitido do Corinthians após fala racista, Danilo Avelar se arrepende. “Me envergonho”

Zagueiro foi demitido do Corinthians após perder a linha em chat com jogadores de e-sports

atualizado 23/09/2021 14:48

Reprodução

O zagueiro Danilo Avelar foi demitido do Corinthians após cometer injúria racial em um chat com jogadores de e-sports. Três meses após o ocorrido, o jogador comentou sobre o caso e se mostrou arrependido da situação.

Em entrevista ao programa Os Donos da Bola, da TV Bandeirantes, o ex-defensor do Corinthians mostrou arrependimento.

“Foi um silêncio importante para mim, para entender todas as coisas que aconteceram. Jamais me senti, fui ou tive algum episódio de racismo, e fui infeliz sim naquele jogo, onde me exaltei. Estava em confronto com um argentino. Quem joga esses jogos sabe que o ambiente é muito perturbador dentro dos jogos. Não tem meu rosto, minha imagem, ali eu sou um anônimo. Eu fui provocado por esse estrangeiro e acabei usando palavras de conotação racista. Fui muito infeliz, me envergonho disso. Errei muito, tenho plena consciência disso”, afirmou o zagueiro.

Entenda

Danilo Avelar teve o contrato rescindido com o Corinthians após se envolver em uma discussão em um chat com outros jogadores de e-sports. Na ocasião, Avelar, com o codinome D.A35, chamou a mãe de um dos jogadores de “rapariga preta”. Veja na imagem abaixo:

Após a repercussão negativa, o Corinthians acabou encerrando o vínculo com o jogador, em junho deste ano.

 

Vídeos
Últimas notícias