De virada, Liverpool bate o Villarreal e está na final da Champions

Com placar agregado de 5 x 2, Liverpool se tornou o primeiro finalista da competição europeia. Agora, os ingleses esperam o outro finalista

atualizado 03/05/2022 18:08

Liverpool é o primeiro finalista da Champions - MetrópolesAlex Gottschalk/vi/DeFodi Images via Getty Images

O Liverpool se tornou, nesta terça-feira (3/5), o primeiro finalista da Champions League! Depois de vencer o Villarreal em casa, no jogo de ida, por 2 x 0, o clube inglês podia perder com uma diferença de até um gol para garantir vaga na grande final. O placar, entretanto, foi de 3 x 2 a favor dos ingleses.

O jogo surpreendeu e deixou o time visitante na dúvida se conseguiria garantir a classificação. Os espanhóis abriram 2 x 0 no primeiro tempo, com gols de Dia, aos 3 minutos, e Coquelin, aos 40. A segunda etapa foi vantajosa para os ingleses, que buscaram recuperar a vantagem.

Aos 16 do segundo tempo, Fabinho marcou o primeiro do Liverpool. Depois, foi a vez de Luis Díaz de igualar o placar aos 21 minutos. O terceiro ficou na conta de

Agora, o Liverpool espera o vencedor do confronto entre Real Madrid e Manchester City, que se enfrentam nesta quarta-feira (4/5), para conhecer seu adversário na final.

Resumo da partida

O Villarreal começou a partida com uma postura diferenciada e aproveitou o jogo em casa para pressionar os visitantes.

Sufocando a saída de bola do Liverpool, Dia abriu o placar para os espanhóis aos 3 minutos. Depois de um cruzamento de Estupiñán, Capoue tentou finalizar na pequena área, mas só conseguiu mandar a bola para o meio. O atacante do Villarreal, entretanto, estava livre e lançou a bola para o fundo da rede.

Aos 11, quase saiu o segundo. Robertson afastou mal uma cobrança de lateral e Parejo pegou o rebote. Batendo de canhota, a bola passou à esquerda do gol de Alisson.

Depois, foi a vez dos ingleses tentaram mudar o placar. Thiago pegou a bola na meia-lua, após Parejo ser desarmado na saída de bola. O chute colocado, entretanto, acertou apenas o travessão. Nos 23 minutos, o clube perdeu uma chance de finalizar com um contra-ataque rápido.

O time da casa teve chances claras aos 15 e novamente aos 36, mas o segundo gol veio aos 40 minutos. Capoue foi pela direita, invadiu a área e fez o cruzamento, fazendo com que Coquelin subisse mais que Alexander-Arnold e marcasse de cabeça.

Com dois de acréscimo, os espanhóis foram para o vestiário levando o jogo para a prorrogação.

No início da segunda etapa, o Liverpool se mostrou recuperado e conseguiu fazer mais finalizações. Alexander-Arnold lançou uma bola no travessão aos 9 minutos e, logo aos 11, Luis Díaz mandou uma de voleio para fora.

Com 16 minutos, foi a vez do brasileiro Fabinho se lançar ao ataque e fazer com Salah. Recebendo a bola livre na área, pela direita, o volante chutou cruzado e marcou para os ingleses.

Luis Díaz fez nova tentativa quando o cronômetro marcou 20 minutos. Entretanto, no minuto seguinte, o atacante recuperou a vantagem com uma bola cabeceada para o chão, que terminou no gol.

Aos 28, foi a vez de Mané marcar o terceiro: definindo o confronto, o senegalês driblou o goleiro, depois de ser lançado no próprio campo, passou por Foyth e bater em direção a um gol vazio.

Capoue, do time espanhol, foi expulso aos 40 minutos depois de receber o segundo cartão amarelo e garantiu a classificação do Liverpool.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoleshttps://t.me/metropolesesportes

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias