Crise no Barcelona? Torcedores precisam voltar as atenções ao time feminino

O plantel liderado pela francesa Kheira Hamraoui conquistou a Liga Espanhola e a Supercopa da Espanha

atualizado 27/08/2020 0:51

BarcelonaManu Fernandez/Pool via Getty Images e Eric Alonso/Getty Images

Os resultados do Barcelona em 2019/20 levaram o time a uma situação extremamente complicada. Grandes nomes do elenco, como Gerard Piqué, Luis Suárez e até Lionel Messi, querem deixar o clube. Na equipe feminina, no entanto, o cenário foi outro. Se estiveram atentos às mulheres, os torcedores catalães tiveram motivos para sorrir sim na temporada que passou.

Enquanto o time de Messi e companhia não ergueu nenhuma taça, o plantel liderado pela francesa Kheira Hamraoui conquistou a Liga Espanhola — nove pontos à frente do Atlético de Madrid, 2º colocado — e a Supercopa da Espanha — fazendo um 10 x 1 contra a Real Sociedad. Além disso, as mulheres também chegaram às semifinais da Copa da Rainha e da Liga dos Campeões Feminina.

0

Os homens terminaram a La Liga na 2ª colocação. Na Copa do Rei, foram eliminados nas quartas de final, assim como na Champions. E, na Supercopa da Espanha, perderam para o Atlético de Madrid na semifinal.

A eliminação na competição europeia foi a mais dolorida das quedas da temporada e a cereja do bolo que fechou um ano decepcionante para os barcelonistas. O time, então treinado por Quique Setién, perdeu por 8 x 2 para o Bayern de Munique. O espanhol acabou demitido e agora Ronald Koeman, holandês ídolo do clube, assume o desafio.

Coincidentemente, as mulheres também foram despachadas da liga continental por uma equipe alemã. Mas o placar não chegou nem perto de ser um vexame. As espanholas perderam pela diferença mínima e não conseguiram a classificação por um detalhe, a falta de capricho nas finalizações. Na semifinal, o Wolfsburg, com gol da sueca Fridolina Rolfo, fez 1 x 0 e passou para a final.

Diferentemente do time masculino, que não chega a uma decisão da Champions desde 2014/15, as mulheres do Barcelona foram vice-campeãs em 2018/19. Elas pedem passagem e a atenção de seus torcedores, afinal estão fazendo bonito e dando mais alegrias que os homens ultimamente. A temporada 2020/21 terá início no próximo dia 5 de setembro e a expectativa de títulos é ainda maior, de olho, principalmente, na conquista inédita da Liga dos Campeões Feminina.

Vídeos
Últimas notícias