Com Everton perto do Benfica, Renato critica Jesus por ligação ao atacante

De acordo com o treinador do tricolor, o clube português pediu para ele não atuar na final contra o Internacional desta quarta (5/8)

atualizado 06/08/2020 12:25

Renato Gaúcho de máscaraLucas Uebel/Getty Images

Com Everton na mira do Benfica, o Grêmio se irritou com a postura de Jorge Jesus, novo técnico do time português, nas negociações para contratar o atacante. Em entrevista coletiva após o triunfo por 2 x 0 sobre o Internacional, na noite de quarta-feira (5/8), Renato Gaúcho criticou o treinador, que teria ligado nos último dias para Everton.

“O que me aborreceu foi o Jorge Jesus ter telefonado para o jogador. O treinador estrangeiro vem aqui, faz bom trabalho, mas isso não é normal”, afirmou o técnico gremista após a conquista do segundo turno do Campeonato Gaúcho, resultado que garantiu o time na decisão do Estadual, diante do Caxias.

Havia dúvidas sobre a presença de Everton no Gre-Nal por causa da negociação com o Benfica. De acordo com Renato, o clube português pediu para ele não atuar, mas o próprio atacante fez questão de expressar o desejo de ser escalado.

“O jogador em momento algum não disse que queria ficar fora, o Benfica pediu para ele não jogar. Ele tentou fazer a cabeça do jogador para não entrar em campo, mas isso nos aborreceu bastante. O Everton se comportou muito bem”, afirmou Renato.

Everton foi a campo e fez a diferença, participando dos dois gols e criando outras inúmeras oportunidades. Ao final, recebeu a faixa de capitão do zagueiro Pedro Geromel e ergueu o troféu de campeão do segundo turno.

Renato exibiu satisfação ao comentar a atuação do Grêmio, exaltando a superioridade da sua equipe diante do Inter. “Prefiro jogar contra grandes times, porque a concentração do time é ainda maior. Enfrentamos nosso maior rival e mais uma vez fomos superiores”, concluiu.

O Grêmio volta a campo no domingo (9/8), quando vai estrear no Campeonato Brasileiro, diante do Fluminense, em casa.

Vídeos
Últimas notícias