“Céu se fechou de repente”, posta Chapecoense após morte de Marília

A cantora morreu nessa sexta-feira (5/11) após seu avião cair em Caratinga, Minas Gerais

atualizado 06/11/2021 13:07

Chapecoense e Marília MendonçaFriedemann Vogel/Getty Images e Reprodução/Instagram

A Chapecoense, que sofreu com a perda de quase todo seu time no acidente de avião de novembro de 2016, prestou homenagens à Marília Mendonça. A cantora morreu nessa sexta-feira (5/11) após seu avião cair em Caratinga, Minas Gerais.

Depois de publicar mensagem no Twitter, o clube registrou o momento em que o “céu se fechou de repente”, na Arena Condá, em Chapecó.

O avião de pequeno porte da cantora caiu em uma área perto de uma cachoeira em Caratinga. A aeronave é um bimotor Beech Aircraft, da PEC Táxi Aéreo, de Goiás, prefixo PT-ONJ, com capacidade para seis passageiros.

Trajetória

Marília Mendonça era, atualmente, uma das maiores artistas do Brasil – responsável por fazer o feminejo, a música sertaneja cantada por mulheres, se popularizar no pais. A história da cantora começou quando ela tinha 12 anos, no papel de compositora.

Ela escreveu canções como Minha Herança, assinada em conjunto com Frederico; Vai Ter Balanga; É Com Ela Que Eu Estou, que foi gravada por Cristiano Araújo; Até Você Voltar; e Cuida Bem Dela – sucessos de Henrique & Juliano.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias