Academia de Letras diz que punição a Cavani é “falta de conhecimento cultural e linguístico”

O atacante usou a palavra “negrito” em um post que comemorava a vitória do Manchester United sobre o Southampton, no dia 29 de novembro

atualizado 02/01/2021 16:02

CavaniJörg Schüler/Getty Images

A Academia Uruguaia de Letras criticou a punição de três partidas de suspensão dada a Edinson Cavani, atacante do Manchester United, por uso de uma palavra racista. A entidade chamou a punição dada por alegado racismo de um exemplo da “falta de conhecimento cultural e linguístico do futebol inglês”. A sanção foi imposta pela Football Association (FA).

O atacante usou a palavra “negrito” em um post que comemorava a vitória do Manchester United sobre o Southampton, no dia 29 de novembro. Ele respondeu a um amigo, em agradecimento pelo elogio – o atacante foi decisivo na virada do time. Depois de ser alertado sobre o suposto uso racista da palavra, ele apagou a mensagem e se desculpou.

Leia a matéria completa no Trivela, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias