A semi continua: Atlético-MG tenta anular gol que levou Palmeiras à final

Galo enviou ofício à Conmebol para tentar reverter resultado da partida

atualizado 01/10/2021 20:12

Cesar Greco/ Ag. Palmeiras

Apesar do apito final no segundo jogo da semifinal da Libertadores entre Palmeiras e Atlético-MG, a disputa entre as equipes continua. Isso porque o clube mineiro enviou um ofício à Conmebol para tentar anular o gol que classificou os paulistas. A informação foi divulgada pela rádio Itatiaia, de Belo Horizonte.

O Galo pede a instauração do Procedimento Disciplinar contra o Palmeiras, uma vez que a irregularidade foi notada após Dudu balançar as redes.

“A teor da regra 3.9 do Laws of the Game 21/22 da International Football Association Board, se, apos a marcação de um gol o árbitro perceber que um jogador substituto da equipe que o marcou se encontrava dentro do campo naquele momento, o arbitro deve invalida-lo e reiniciar o logo com um tiro livre direto, executado do local em que a pessoa extra estava”, escreveu o Atlético-MG

O clube mineiro também citou o árbitro Wilmar Roldán, que explicou, no documento oficial do jogo, que o cartão amarelo do atacante do Alviverde foi motivado pelo lance.

“Merece realce que a presença do atleta substituto Deyverson Brum Silva Acosta dentro do campo foi percebida pelo árbitro da partida após a marcação do gol e antes de o jogo ser reiniciado, conforme se extrai da Súmula da Partida. Tanto e assim que o referido atleta foi apenado com cartão amarelo justamente pela invasão ao campo, o que desvela a aplicação incorreta das regras do logo, especialmente aquela prevista no item 3.9 do Laws of the Game 21/22 da International Football Association Board”, explicou no ofício.

No segundo tempo do jogo, Dudu empatou o jogo e classificou o Palmeiras. Porém, quando a bola foi cruzada para a área, Deyverson, que estava no banco de reservas, invadiu o campo, ferindo um regulamento da CBF.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesesportes

Vídeos
Últimas notícias