CSGO: Coldzera é movido para o banco de reservas da MIBR

Planejamento era que o jogador atuasse em mais dois campeonatos antes do Major, em Berlim

Twitter/ReproduçãoTwitter/Reprodução

atualizado 12/07/2019 19:54

Chegou ao fim a passagem de Marcelo “Coldzera” David no lineup da MIBR. O jogador, que estaria insatisfeito com os maus resultados do time até o momento em 2019, pedira para ser movido para o banco de reservas do time, o que lhe possibilitaria ouvir propostas de outras equipes. Coldzera, porém, se ofereceu para jogar até o Major (mundial do CS:GO), que será disputado em Berlim, Alemanha, entre o fim de agosto e o começo de setembro. Nesta sexta-feira (12/07/2019), contudo, o gerente da MIBR, Ricardo Sinigaglia, o Dead, informou, por meio de um post no TwitLonger, que o paulista de 24 anos agora é reserva do time. Para seu lugar nas competições, o técnico Wilton Prado, o Zews, será o quinto jogador. Por conta do roster lock para o Major, o time brasileiro ainda estuda que medidas adotará.

O planejamento da organização, porém, apontava para a participação apenas na Blast Pro Series, em Los Angeles, neste final de semana, e na IEM Chicago, entre os dias 18 e 21 deste mês. Até que, na tarde desta sexta, tudo mudou. Por meio de comunicados publicados em português e em inglês, Dead e Zews explicaram a situação e confirmaram que o técnico também jogará as competições que antecedem o mundial, no mês de agosto.

Confira abaixo a íntegra da nota da MIBR:

“Comunico que hoje, Marcelo ‘coldzera’ David não faz mais parte da line up titular do MIBR, e sendo assim ficará como reserva. Depois da derrota de Cologne, ele expressou vontade em se tornar reserva ou ser transferido de equipe. Conversamos algumas vezes, para termos a certeza de que esta seria a sua decisão. Eles nos ofereceu a possibilidade de jogar todos os campeonatos que ainda temos nessa temporada, e até mesmo o Major, na próxima temporada.
Chegamos a conclusão que a fase que iremos viver será de reconstrução para o futuro, e que, quanto antes começarmos será melhor, não apenas para a nossa line up, e sim para o pensamento como equipe. Para bem representar o MIBR e todo seu legado, necessitamos estar na mesma página, sempre em frente, na mesma sintonia, tanto os jogadores, quanto à comissão técnica e Organização, onde nenhum indivíduo pode estar acima do coletivo. Este, será o pensamento do MIBR daqui para frente. Valorizaremos o coletivo e a união acima de qualquer individualidade e necessidade, que não seja para o bem da equipe. Assim sendo, jogaremos os respectivos campeonatos com o nosso treinador zews e para o major, adianto que ainda estamos averiguando nossas opções. Gostaria de agradecer ao Marcelo por todos os momentos que vivemos juntos, momentos bons e ruins, mas que durante esses quatro anos de convivência foram incríveis, e que hoje essa história inspira milhares de pessoas pelo mundo. Agradeço ao profissional dedicado e ao amigo de todas as horas e desejo apenas o melhor, e que busque e encontre a felicidade que você procura. Aos nossos fãs e pessoas que se identificam e simpatizam com o nosso trabalho, agradeço o apoio sempre, e que nos apoie ainda mais nessa fase de reconstrução. Será muito importante para a gente. Já nos reinventamos diversas vezes e faremos isso novamente, e contamos com o apoio de vocês.

Obrigado.

#SomosMibr”

Últimas notícias