Corrida de Reis do DF será em 25 de janeiro e terá 16 mil vagas

As inscrições serão abertas na próxima segunda-feira (13/01/2020). Os percursos serão de 6 km e 10 km

atualizado 08/01/2020 15:59

Hugo Barreto/Metropoles

A 50ª edição da Corrida de Reis, agendada para 25 de janeiro, terá inscrições abertas na próxima segunda-feira (13/01/2020). Serão 16 mil vagas, sendo 8 mil para cada prova, de 6 km e 10 km, e 1 mil destinadas a crianças de 4 a 12 anos.

Os atletas que desejam fazer o percurso de 10 km terão o intervalo de 13h às 14h59 do dia 13 de janeiro para fazer a inscrição. Já os que farão o de 6 km poderão garantir a participação das 15h às 17h. A inscrição será feita por CPF e será uma por cadastro pessoal.

Quanto às crianças, o período será maior, de 13h às 17h, para facilitar o processo aos pais. O registro será feito no site da Secretaria de Esporte e Lazer e nele também é possível ter acesso ao regulamento da disputa.

Os percursos terão a largada no Estádio Nacional Mané Garrincha. O de 6 km vai até perto da Rodoviária do Plano Piloto e retorna à arena. Já o de 10 km passa pela Rodoviária e volta da Alameda dos Estados, na Esplanada dos Ministérios. A prova mirim será disputada no estacionamento do estádio.

Os kits serão entregues entre os dias 23 e 25 e o horário das largadas trás novidade. Desta vez, diferente dos outros anos, a corrida será mais tarde. As crianças largam às 16h e as categorias adultas começas às 19h.

Igualdade e acessibilidade

Para esta edição, a Secretaria de Esporte e Lazer decidiu expandir a modalidade destinada a pessoas com deficiência (PCD). Aqueles que utilizam cadeira de rodas serão divididos entre racing wheelchair (cadeira triciclo especial para corrida) e handcycle (bicicleta adaptada para pedalada com as mãos). Já na categoria denominada “andantes” estarão separados entre os que possuem deficiência visual, intelectual, mobilidade superior reduzida e mobilidade inferior reduzida.

“Fomos abordados na corrida do ano passado por atletas PCDs com questionamentos sobre as divisões dos tipos de cadeira de rodas, das mobilidades… E a gente procurou se adaptar mais, ser mais justo e mais democrático para as diferenças na hora das premiações”, explicou Leandro Cruz, secretário de Esporte e Lazer do Distrito Federal.

As premiações serão da seguinte maneira:

10 km
Troféu – 5 melhores colocados no geral masculino e feminino e os 3 primeiros entre os PCD (cada categoria)
Medalhões – 3 melhores de cada faixa etária no masculino e feminino, conforme o regulamento

6 km
Medalhões – 5 melhores no geral masculino e feminino e os 3 primeiros PCD (cada categoria)

Mirim
Sorteio de bicicleta por bateria

Vídeos
Últimas notícias