“Não cometi um crime”, diz Kyrie Irving, dos Nets, sobre não se vacinar

Ele explicou acreditar que ninguém deveria saber o que fazer com seus corpos e desabafou

atualizado 14/10/2021 18:28

Kyrie IrvingSteven Ryan/Getty Images

Kyrie Irving finalmente falou publicamente sobre sua postura anti-vacina e explicou acreditar que ninguém deveria saber o que fazer com seus corpos e desabafou, dizendo estar cansado de se sentir “demonizado” pela sua escolha.

A estrela do Brooklyn Nets, proibido de jogar pelo time até ser vacinado, expôs seus sentimentos sobre o assunto em um vídeo.

Além de repetir muitas vezes ser contra a vacinação obrigatória, Irving esclareceu querer que as pessoas possam tomar suas próprias decisões sobre a imunização sem serem ameaças de perder seus empregos.

Ele disse estar cansado de ser criticado pelo seu posicionamento. “Eu não machuquei ninguém. Eu não cometi um crime. Não estou aqui agindo como um idiota, estúpido. Estou aqui cuidando da minha família, meus filhos”, afirmou.

Kyrie ressaltou que não pensar em se aposentar diante da situação na qual se encontra, mas também não revelou planos de voltar às quadras.

A temporada dos Nets começa oficialmente na próxima terça-feira (19/10), contra o Milwaukee Bucks, às 20h30, horário de Brasília.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

Vídeos
Últimas notícias