*
 

Depois de ter a vida virada de pernas para o ar, Karola (Deborah Secco) tenta dar um novo rumo para si mesma. Conformada por ter perdido Beto (Emílio Dantas) para Luzia (Giovanna Antonelli) e por ser filha de Laureta (Adriana Esteves) e Severo (Odilon Wagner), a dondoca só quer saber de ganhar muito dinheiro. Para isso, resolve tomar posse do prostíbulo de sua mãe.

Durante uma conversa com Remy (Vladimir Brichta), na qual ele reclama por estar sendo explorado por Dodô (José de Abreu) no bar, Karola diz que o entende, pois está vivendo algo parecido. Afinal, Beto resolveu lhe dar a “mixaria” de R$ 10 mil por mês para cobrir seus gastos, além de permitir que ela more na cobertura.

Ao ouvir isso, Remy fica indignado, pois acha que R$ 10 mil por mês é uma boa quantia para viver. Karola, contudo, rebate e afirma que não é mulher para viver com tão pouco dinheiro. Assim, conta para ele seu plano: assumir o prostíbulo de Laureta. Afinal, se o negócio pertence à sua mãe, nada mais natural que o assuma.

Principalmente porque, segundo acredita, a casa deve estar largada, “ao Deus dará”, entregue nas mãos das garotas e garotos de programa.

Remy contesta Karola e acha melhor os dois passarem a levar uma vidinha mais tranquila, longe dos escândalos, mas o desejo da dondoca por dinheiro a faz querer muito mais do que “apenas” os R$ 10 mil dados por Beto.