Guilherme de Pádua machucou ator com canivete durante cena de morte

Marcus Montenegro relembrou a história durante uma entrevista ao documentário Pacto Brutal; ele era o produtor do espetáculo

atualizado 01/08/2022 11:11

Imagem colorida do documentário Pacto Brutal Reprodução/HBO Max

Os últimos episódios de Pacto Brutal já estão disponíveis na HBO Max. Com eles, novas polêmicas de Guilherme de Pádua foram reveladas. Durante o documentário, Marcus Montenegro relembrou de uma história da peça Blue Jeans, da qual era produtor e que contava com Pádua no elenco.

“Onde tinha confusão o Guilherme estava envolvido. Desde a cena da morte em Blue Jeans, que ele resolveu fazer uma manobra diferente e machucou um ator em cena. Teve um dia que teve um acidente com um canivete com outro ator, e foi ele quem fez o acidente”, pontuou.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
0

Antes da peça começar, de Pádua se ofereceu para ajudar nos ajustes dos canivetes que seriam utilizados nas cenas. Os objetos precisavam ter lâminas cegas para que não corresse o risco de machucar nenhum ator. Entretanto, após o incidente, foi descoberto que a ferramenta utilizada na oportunidade não foi ajustada.

“Ele substituiu o Alexandre Frota [que havia faltado] e cortou o Jonas. O contra-regra comprava uns 10 canivetes, praticamente, a cada 15 dias. E uma das minhas maiores preocupações era que o contra-regra tirasse o fio do canivete. Até que o Guilherme se oferece para ajudar o contra-regra [a tirar o fio do canivete]. E depois a gente descobre que um dos canivetes não foi tirado o fio”, explicou o produtor.

Mais lidas
Últimas notícias