Guiherme de Pádua teria agredido Fábio Assunção antes de assassinato

"Achei até que ia ficar com algum problema na voz”, revelou o ator em depoimento para o documentário Pacto Brutal, da HBO Max

atualizado 29/07/2022 10:47

Reprodução

Guilherme de Pádua assassinou, em 1992, a atriz Daniella Perez, com 18 punhaladas de tesoura após armar uma emboscada para a atriz. Mas, antes do crime que chocou o país, o ator já colecionava conflitos com outros artistas. Em depoimentos dados a série Pacto Brutal da HBO Max, grandes nomes da mídia falaram sobre o convívio com o ex-ator.

Entre os depoimentos chocantes, está o do ator Fábio Assunção. Ele revelou que já foi agredido pelo atual pastor durante a peça Blue Jeans, dirigida por Wolf Maya.  Além dele, a montagem tinha como elenco, o ator Maurício Mattar. Por sua vez, Guilherme de Pádua era apenas um coadjuvante do espetáculo, mas a fama dele não era tão boa.

“Ele fazia um policial, então ele me prendia, tinha que me bater, mas era ensaio. E ele me deu um soco em cena. Foi na minha garganta, aquilo deu uma discussão enorme. Achei até que ia ficar com algum problema na voz”, revelou Fábio Assunção.

Leia a matéria completa no TV Foco, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias