*
 

A cantora Gretchen aproveitou de sua participação no “Programa Raul Gil”, do SBT, para fazer revelações bombásticas sobre seu passado. Ela revelou que, em seu casamento com Décio Nascimento, havia sido muito agredida pelo ex.

“Eu era presa em uma gaiola de ouro. Eu realmente apanhava muito. Ele tinha a arma que era meu filho. Não vejo meu filho até hoje”, afirmou ela, referindo-se ao filho Delcinho. As informações são do portal Ego.

Grectchen também falou sobre a época em que dividia a criação dos filhos com a agenda de shows, referindo-se como mãe solteira. “Eu tinha que trabalhar para ter o que eles precisavam ou iam passar fome. Ou você banca seus filhos ou dá amor. De amor eles não iam viver, amor não enche barriga. Eu era muito presente por telefone”, contou.

Além disso, a cantora revelou que ainda não está acostumada a chamar seu filho Thammy Miranda pelo gênero masculino. “Há trinta anos, não existia essa coisa de homossexualidade. Quando eu estava grávida do meu segundo filho, ela me dizia que queria fazer xixi em pé. Quando eu botava sainha e lacinho na cabeça, ela chorava o tempo todo. Ela tinha uma coisa diferente, mas era normal, pois como meu segundo filho era menino, eu achava que ela queria ser um menino para chamar atenção”, afirmou.

 

 

COMENTE

gretchenThammy Miranda
comunicar erro à redação

Leia mais: Televisão