Derico, integrante do sexteto, homenageia Jô Soares: “Um pai para mim”

Músico trabalhou no programa do humorista durante 28 anos e revelou sentir imensa gratidão. "Ele me ensinou tudo”, contou

atualizado 05/08/2022 12:49

Reprodução

O saxofonista Derico Sciotti, integrante do grupo Sexteto, lamentou a morte do apresentador Jô Soares. Ele tocou durante anos no programa do artista e se emocionou ao falar sobre a partida do amigo, que morreu nesta sexta-feira (5/8).

“É muito triste. Fiquei 28 anos lá, metade da minha vida trabalhando com o Jô. Tenho 56 anos e 28 foram trabalhando com ele, que é uma pessoa incrível, foi uma espécie de um pai mesmo. Tive momentos maravilhosos com ele. Ele me ensinou tudo”, disse em entrevista ao Bom Dia SP.

“Comecei a trabalhar com ele aos 22 anos de idade e sai com 50 anos. A minha vida inteira passei ouvindo ele. Eu me sentava naquela cadeira e via a história do Brasil e do mundo passar. O carinho e a generosidade dele são inesquecíveis. Apesar do programa ser o Programa do Jô, ele dizia que não fazia sozinho. Sempre deu abertura para a gente desenvolver as nossas capacidades”, contou.

Publicidade do parceiro Metrópoles
0

O música ainda disse que considera o apresentador e humorista como um pai e revelou sentir muita gratidão.

“Eu tive um pai que eu amei a vida inteira. Mas o Jô era uma pessoa diferente. Como profissional e tutor, ele me ajudou de uma forma que eu não tenho como externar a gratidão do que ele fez por mim”, encerrou.

Mais lidas
Últimas notícias