*
 

O acidente sofrido por Adriana (Julia Dalavia) em O Outro Lado do Paraíso foi apenas o gatilho para que a advogada descobrisse outras doenças. A jovem precisará passar por um transplante renal. Apesar de compatível, Beth (Glória Pires) não poderá doar. Isso devido ao excesso no consumo de bebidas alcoólicas. Com apenas um rim funcionando, a coach precisará fazer hemodiálise para sobreviver. A luta da personagem tem início nas próximas semanas.

Após a cirurgia, a filha de Beth sentirá fortes dores e retornará ao hospital. “Adriana, você só tem um rim. Está sobrecarregado. Se perde o rim…”, informará o especialista. “Eu posso partir? A qualquer momento? É isto?”, pergunta, abalada. No roteiro o nome do médico é Aguiar, porém o nome do ator ainda não foi divulgado.

Adriana dirá que as sessões de hemodiálise vão atrapalhar sua vida profissional. “Vai me tornar dependente de um aparelho”, indigna-se a assistente de Patrick (Thiago Fragoso). No que o profissional explicará o que está por vir. “Bastante descanso, um regime que terá que seguir à risca e hemodiálise três vezes por semana”.

Para que a paciente entenda melhor o procedimento o médico finaliza. “Não sei qual o seu nível de informação a respeito, mas a hemodiálise faz o trabalho que o rim faria. No seu caso, evitará que o rim direito entre em colapso”. E Adriana enfim consente: “se não há outra alternativa, eu faço a hemodiálise. É isso ou… Enfim, é melhor me tratar, doutor”, conclui.