Pela 1ª vez em 18 anos, Marvel não terá estreias nos cinemas brasileiros

Hoje da Disney, estúdio lançou pelo menos um filme no país desde 2002. No entanto, a pandemia bagunçou o cronograma

atualizado 08/10/2020 13:22

Foto: Reprodução

Um dos setores mais afetados por conta da pandemia de Covid-19, os cinemas praticamente não contaram com grandes estreias em 2020. Com uma volta ainda tímida do setor, o Brasil não terá pela primeira vez, em cerca de 18 anos, nenhum lançamento da Marvel nas telonas.

A crise só não é maior porque, antes da eclosão da pandemia, a DC conseguiu lançar o longa Aves de Rapina – leia aqui a crítica do Metrópoles. O filme faturou US$ 201 milhões, resultado até decepcionante para o lucrativo mercado de super-heróis. Porém, dada as circustâncias do ano de 2020, dá para se falar em um sucesso.

Desde 2002, a Marvel tem pelo menos um título lançado por ano no Brasil. Naquela época, Blade 2 e o primeiro filme da trilogia Homem-Aranha, dirigida por Sam Raimi e protagonizada por Tobey Maguire, chegavam aos cinemas. A partir daí, as estreias da empresa de quadrinhos eram figurinhas carimbadas no catálogo de estreias… até 2020.

Para este ano, três filmes baseados em quadrinhos da Marvel – contando os lançados por Marvel/Disney e Sony – deveriam chegar aos cinemas. Lançando praticamente dois longas por ano desde 2011, Viúva Negra seria a única estreia do Universo Cinematográfico Marvel em 2020. O longa solo da heroína está marcado, agora, para maio de 2021 e fez com que outros títulos, como Shang-Chi e Os Eternos também fossem adiados.

Por parte da Sony, que detém os direitos relacionados ao universo do Homem-Aranha, a continuação de Venom e a aposta no filme solo do também anti-herói Morbius, protagonizado por Jared Leto, chegariam aos cinemas neste ano. No entanto, os dois longas só vão estrear em 25 de junho e 19 de março de 2021, respectivamente.

0

O último longa do selo lançado no país foi Homem-Aranha: Longe de Casa, que estreou no Brasil em 4 de julho de 2019, em parceria do Marvel/Disney e da Sony. Vale ressaltar, que apenas um título da Marvel chegou aos cinemas em 2020: Os Novos Mutantes – porém com exibição pequena, dado o grande número de salas fechadas ao redor do mundo.

No entanto, o “amaldiçoado” filme de Josh Boone – que deveria estrear em 2018 – chegou apenas ao mercado americano, em uma tentativa de trazer de volta o público. O longa do universo dos X-Men ainda tem previsão de estreia brasileira ainda em 2020, mas depende da retomada dos cinemas no país. Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília já estão liberados, mas como vivem um período de incertezas, não têm apostados em novos longas, optando por reprises de clássicos.

Últimas notícias