metropoles.com

Vitor Kley lança disco A Bolha e mostra talento para além de O Sol

Em entrevista ao Metrópoles, o cantor diz que o novo disco é um divisor em sua carreira, com aproximação ao pop e ao rock

atualizado

Compartilhar notícia

Divulgação/ Rodolfo Magalhães
Vitor Kley
1 de 1 Vitor Kley - Foto: Divulgação/ Rodolfo Magalhães

O cantor Vitor Kley lançou seu novo álbum de trabalho na madrugada desta quinta-feira (18/06). A Bolha, produzido pela Midas Music, está disponível em todas as plataformas digitais e conta com 12 canções inéditas que, segundo o músico revelou em entrevista ao Metrópoles, serão um divisor em sua carreira.

“São novas músicas, diferentes, exatamente como tinham que ser. Tem essa pitada de rock porque eu gosto disso, cresci nesse meio. [O álbum] está muito Vitor, estou podendo me mostrar cada vez mais e acho que os fãs vão entender e aceitar. A Bolha vai ser um divisor, tem história de relacionamentos, da minha vida”, explica o cantor.

O novo disco também é um divisor na carreira do cantor, já que ele traz um nova sonoridade, com diálogos do rock, pop e samba-rock. Kley caminha em uma linha para se afastar de O Sol, música que o projetou no cenário nacional.

O álbum é composto pelas canções Ainda Bem que Chegou, Jacarandá (part. Vitão), Menina Linda, Anjo ou Mulher, O Amor é o Segredo, Ponto de Paz, A Bolha, O Tempo, Sua Falta, Retina, Dúvida (feat. Jão) e Vai na Fé.

Ouça o disco completo:

Nome do álbum

Mas, por quê A Bolha? Segundo Vitor Kley, o motivo de ter escolhido o curioso nome para o álbum é que ele sempre “viveu em uma bolha”, além de já ter composto a música A Bolha há alguns anos.

“Eu tenho a música [A Bolha] há alguns anos, ela tem um papo um pouco envenenado e a letra já o que eu mais vivia. As pessoas falavam ‘você vivia na bolha’, e aí começou essa coisa da música. O nome do disco tinha que ser esse”, lembrou.

0

Já quanto a cor do álbum, completamente em tons de roxo, Vitor comentou que toda sua vida passou a girar em torno da tonalidade desde que fez a escolha. Segundo o músico, tudo partiu de um sonho.

“Eu sonhei que meu álbum tinha que ser um fundo roxo, teria que ter a cor roxa. Minha vida inteira começou a girar em torno disso, via quadros de bolhas nos quartos, coisas roxas em todos os lugares”, riu o músico.

Live com show

Vitor apresentou todas as músicas aos fãs nessa quarta-feira (17/6) em uma live com show no seu canal do YouTube. Mesmo que as músicas tenham sido escolhidas antes da pandemia do coronavírus, Kley acredita que os singles podem ajudar fãs a atravessarem os tempos de crise.

“A produção vinha antes da pandemia e foi finalizado no inicio de março. Em novembro do ano passado, começamos a gravação mesmo, mas já estamos selecionando músicas desde o meio do ano passado”, explicou.

Na transmissão ao vivo, o cenário fez jus às cores e ao tema que Vitor escolheu para o álbum: muito roxo e muitas bolhas espalhadas pelo chão. Ele agradeceu aos fãs e cantou, além dos novos sucessos, músicas de toda a sua carreira.

Assista:

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comEntretenimento

Você quer ficar por dentro das notícias de entretenimento mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações