Kendrick Lamar encerra LollaPalooza 2019 com música anti-racista

O rapper norte-americano fez show explosivo baseado no repertório de Damm

atualizado 08/04/2019 8:25

São Paulo (SP) — Kendrick Lamar fez o que dele se esperava: encerrou o LollaPalooza 2019, neste domigo (7/4), com um show forte, enérgico e expondo o racismo contra a população negra nos Estados Unidos e no mundo.

Se Post Malone fez grande apresentação com seu rap mais voltado a questões pessoais, Lamar trouxe sua verve crítica e concentrou a performance em Damm — seu premiado disco. O álbum, entre outras condecorações, faturou um Pullitzer.

O começo do espetáculo — que não foi televisionado a pedido do artista — emendou Element, XXX e Love.

Na sequência mais animada do show, Lamar tocou Humble — cantada em coro pela plateia do LollaPalooza — e Loyalty, parceria com Rihanna.

Já no fim, dois momentos de pura euforia pop. Ele incluiu a faixa All The Stars, que canta ao lado SZA, da trilha sonora do longa Pantera Negra e um cover de Goosebumps, de Travis Scott.

Sem dúvidas uma apresentação explosiva, mostrando que o rap tem conseguido as melhores performances dos últimos Lollapaloozas.

O repórter viajou a convite da Budweiser Brasil

Últimas notícias