*
 

A Parada de Orgulho LGBT de Brasília será neste domingo (1º/7). O evento, marcado para começar às 14h, com concentração marcada para a Esplanada dos Ministérios, espera receber cerca de 40 mil pessoas. Entre as atrações, DJs da cidade e a drag queen cantora Aretuza Lovi.

No entanto, artistas LGBTs têm ganhado projeção ao longo dos últimos anos – em um caminho aberto por Elton John, Freddie Mercury, George Michael e Ney Matogrosso.

Metrópoles reuniu uma lista de cantores LGBTs nacionais e internacionais que você precisa ouvir. Através de suas canções, esses artistas discutem sexualidade, preconceito e representatividade.

Troye Sivan
O cantor começou como ator, criou canal no YouTube e, então, passou a se dedicar à música. Sua carreira estourou, há 3 anos, com a canção Happy Little Pill. O vídeo de seu mais novo single, Bloom, tem mais de 11 milhões de visualizações no Youtube – no currículo, há parceria com o DJ Martin Garrix.

As Bahias e a Cozinha Mineira
A banda começou em 2011 tocando em festas universitárias. Raquel Virgínia, Assucena Assucena e Rafael Acerbi se conheceram no curso de história da faculdade e decidiram tocar profissionalmente a partir da morte de Amy Winehouse. Seu primeiro álbum, Mulher, foi lançado em 2015. O segundo, chamado Bixa, saiu em 2017.

ANOHNI
Anohni é uma cantora e compositora inglesa, mais conhecida por ser a líder da banda Antony and the Johnsons. Nascida em Sussex, no ano de 1971, ela e seus pais se mudaram para a Califórnia em 1981. Já trabalhou com nomes como Lou Reed e Björk. Seu primeiro trabalho solo, Hopelessness, foi lançado em 2016. Recentemente, a artista lançou seu segundo álbum, Paradise (2017).

Karol Conka
Karol Conka é uma das rappers mais conhecidas do Brasil por suas canções que exaltam o empoderamento feminino. Nascida em Curitiba, aos 13 anos já participava de concursos de dança contemporânea. Além de falar abertamente do feminismo, ela também compartilha suas experiências com a depressão e a gravidez. Seu primeiro álbum, Batuk Freak, foi lançado em 2013. Recentemente, divulgou o álbum Ambulante (2018).

HOLLAND
Embora haja outros artistas de k-pop assumidamente LGBTs, esse foi o primeiro a estrear na cena como um artista assumidamente homossexual. Seu primeiro single, Neverland, mostra um relacionamento entre dois garotos e um beijo – algo que fez o vídeo ser categorizado como não recomendado para menores de 19 anos no Youtube.

Jaloo
O cantor, compositor e produtor musical brasileiro é considerado pela crítica como uma das apostas da cena indie no país. Ele nasceu em Belém e vem, desde 2010, exercitando seu lado musical através de covers, remixes e mashups. Seu primeiro e único álbum, #1, foi lançado em 2015. Em março, divulgou o single Say Goodbye.

Frank Ocean
O cantor e compositor de Nova Orleans nasceu em 1987. Ele entrou no mundo da música como escritor-fantasma para artistas como Brandy Norwood, Justin Bieber e John Legend. Em 2012, lançou o álbum Channel Orange (Def Jam), e, em 2016, o álbum Blond (Boys Don’t Cry). Ele já colaborou com artistas como Jay-Z e Tyler, the Creator.