Justiça ordena que Olavo de Carvalho pague R$ 2,9 milhões a Caetano Veloso

O filósofo tem 15 dias para depositar o valor, mas está recorrendo. Ele foi processado por acusar o cantor de pedofilia

atualizado 10/10/2020 12:05

Olavo de Carvalho e Caetano CarvalhoReprodução

O escritor Olavo de Carvalho tem 15 dias para pagar uma multa de R$ 2,9 milhões a Caetano Veloso. A decisão da 50ª Vara Cível do Rio se deve ao não-cumprimento de uma ordem judicial que determinou a Olavo apagar de suas redes sociais acusações de pedofilia feitas ao cantor em 2017.

Nas publicações, o escritor fazia menção ao romance de Caetano com a produtora Paula Lavigne, iniciado quando ela tinha 13 anos e ele, 40. Os dois ficaram casados por 19 anos e tiveram dois filhos. Em 2004, eles romperam e vieram a reatar 12 anos depois, em 2016.

A liminar para a remoção das postagens foi deferida em novembro de 2017 e deveria ser cumprida em 48 horas, sob pena de multa diária de R$ 10 mil. Mas, apesar de ter sido pessoalmente intimado em sua casa, nos Estados Unidos, o escritor não apagou as publicações.

0

Em setembro do ano passado, a ação movida por Caetano foi julgada procedente. Olavo foi condenado a retirar as postagens e a pagar, na época da sentença, R$ 40 mil por danos morais. O valor atualizado da condenação está em R$ 65.966,78.

O dinheiro foi depositado judicialmente em agosto, mas o filósofo está recorrendo do valor da multa por meio de um agravo de instrumento que será julgado pela 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio.

Últimas notícias