metropoles.com

Documentário Sandy e Junior: A História mostra o fenômeno pop que é a dupla

A série documental disponível na Globoplay reconta a trajetória dos dois irmãos, surfando na onda de nostalgia

atualizado

Compartilhar notícia

Globo/Divulgação
Sandy e Junior
1 de 1 Sandy e Junior - Foto: Globo/Divulgação

Sandy e Junior: A História passou a ser um dos produtos mais esperados da Globoplay desde a estreia das produções originais do serviço de streaming. Surfando no estrondoso sucesso conquistado pela dupla em sua turnê de 30 anos, a série documental em sete episódios resgata a trajetória daquele que é, certamente, o maior nome do pop nacional.

Ao longo dos capítulos, a trajetória da dupla é narrada por eles próprios, os pais (Noely e Xororó), amigos (como Ivete Sangalo), fãs, músicos (até Roberto Carlos fala no documentário) e amigos. Do começo meio improvisado no Som Brasil apresentado por Lima Duarte ao auge da carreira, marcado por um show em João Pessoa para 1,2 milhão de pessoas, a série ganha força justamente ao mostrar os bastidores do que foi o fenômeno pop de Sandy e Junior.

Para os fãs mais fanáticos – e, como bem mostra o documentário, muitos tinha verdadeira devoção pelos artistas –, talvez questões importantes tenha ficados de fora. Mas no compto geral, tudo está ali, inclusive, as polêmicas vividas pelos irmãos, a separação, a carreira internacional e a rotina alucinante que mesclava escola, palcos, televisão, estúdio e muitas viagens de jatinho.

0

Sandy e Junior: A História confirma a impressão que a turnê Nossa História tinha deixado no ar: os dois irmãos são o maior fenômeno pop do país, com fãs de idades variadas, uma narrativa própria, superproduções, números gigantescos, parcerias internacionais. Os show retorno, por exemplo, virou uma das tours mais lucrativas do mundo em 2019, mostrando a força do mercado brasileiro e, consequentemente, dos cantores.

Mas o documentário apresenta novidades, como por exemplo a visão de Xororó, o pai que guiou os dois em uma trajetória extremamente diferente da sua própria vivência. Do começo da carreira como uma dupla sertaneja infantil, o pai-empresário-diretor artístico levou os filhos para o mundo do pop, investindo não só na música, mas em filmes e no emblemático seriado de televisão.

Sandy e Junior: A História é rico em imagens de arquivo, principalmente dos bastidores dos shows da dupla e, aproveitando o interesse atual, do passo a passo da montagem da última turnê. Há, ao longo da produção, uma tentativa de levar o espectador a acreditar em uma versão muito angelical e calma dos eventos-chave, como a separação em 2007 e as negociações para um possível retorno. Ao fim, parece que, ao longo de uma rotina insana ao longo de 17 anos, o núcleo familiar nunca tenha atravessado conflitos, uma narrativa quase chapa-branca.

Outra deslize da produção – e talvez permanente na leva de documentários da Globoplay – é a escolha narrativa que, por vezes, faz tudo parecer uma matéria gigante do Fantástico.

Apesar dos pesares, as falhas de Sandy e Junior: A História são pontuais, transformando a série documental em um grande produto de entretenimento. Além de retroalimentar a nostalgia criada com a volta da dupla aos palcos, o documentário tem tudo para se tornar o mais relevantes produto desenvolvido pela Globplay até o momento.

Avaliação: Ótimo

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comEntretenimento

Você quer ficar por dentro das notícias de entretenimento mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações