Pixar: novo curta aborda masculinidade tóxica e diversidade de gênero

A produção foi lançada no SparkShorts, plataforma experimental da empresa de entretenimento

Pixar/ReproduçãoPixar/Reprodução

atualizado 08/04/2019 19:24

O novo curta da Pixar, Purl, lançado na semana passada, aborda duas preocupações atuais: a masculinidade tóxica e diversidade de gênero no local de trabalho. A produção, que tem oito minutos de duração e foi escrita e dirigida por Kristen Lester, mostra a chegada da bola de lã à companhia B.R.O. Capital, composta majoritariamente por homens brancos.

Purl é deixada de lado pelos colegas de trabalho e decide mudar completamente seu jeito de ser para se encaixar nos padrões do local. A bola de lã enfrenta o dilema de repetir o comportamento inicial de seus colegas quando outra bolinha entra na empresa.

A personagem, então, decide jogar os padrões para o alto e recebe a nova colega com o comportamento que achava ideal, mudando a cultura empresarial da B.R.O.

A animação acaba sendo diferente, não só pelo tema inédito mas também pelas piadas de escritório e comportamento adulto, que crianças não estariam acostumadas a ouvir ou ver. O curta foi lançado no SparkShorts, plataforma experimental da Pixar para oferecer oportunidades a mais “contadores de histórias”.

Assista ao curta:

Últimas notícias