Fernanda Paes Leme sobre Covid-19: “Entretenimento me salvou”

Recuperada do novo coronavírus, a atriz estreia o filme Ricos de Amor, na Netflix

atualizado 29/04/2020 21:42

RICOS DE AMORNetflix/Divulgação

Nesta quinta-feira (30/04), a Netflix estreia mais uma produção nacional, a comédia romântica Ricos de Amor: mais um longa do gênero que já rendeu o Modo Avião. O filme chega, em meio à crise do coronavírus, como uma alento aos brasileiros que cumprem isolamento social.

Uma das atrizes do filme, Fernanda Paes Leme, que vive a executiva Alanda, viveu na pele as dificuldades do novo coronavírus. Ela contraiu a Covid-19 e, já recuperada, conversou com o Metrópoles sobre Ricos de Amor e o momento vivido no Brasil.

Para Fernanda, uma comédia romântica estrear agora é uma forma de trazer um pouco de leveza ao público, atormentado pelas pesadas notícias ligadas ao coronavírus.

0

“O entretenimento foi o que me salvou no meu momento de isolamento; sem isso, teria ficado muito sozinha. É hora de exaltar nossa cultura. [Ricos de Amor] é um filme leve, que pode ser assistido pela família inteira, só tende a trazer diversão”, comenta a atriz.

Comédia romântica

Ricos de Amor é a clássica comédia romântica: aborda a jornada de (re)descobrimento de um herdeiro de uma empresa do agronegócio (Danilo Mesquita) que se apaixona por uma médica batalhadora (Giovana Lancellotti).

A Alana de Fernanda Paes Lemes é uma executiva cansada de ser sempre subjugada por homens dentro da empresa. Mesmo que use os clichês como força narrativa, Rico de Amor não hesita em tocar em temas mais espinhosos, como assédio e meritocracia.

“Acho essencial tocar em assuntos importantes de forma leve. A meritocracia está muito presente neste filme, pois mostra que você está excluindo grande parte da sociedade. O Teto (Danilo Mesquita) ganha a vaga no lugar do Igor (Jaffar Bambirra), sendo que o que pesa é ele ser filho do dono da empresa. É bom poder chegar a tantas pessoas e colocarem essa pulguinha atrás da orelha. Tocar nesses assuntos é falar sobre o Brasil”, conclui.

O interior

Boa parte da trama de Ricos de Amor retrata o interior e as festas “sertanejas” espalhadas pelo Brasil. Ao lado de Fernanda Paes Leme, está Jaffar Bambirra, que vive Igor, um jovem que deseja se mudar para capital em busca de uma vida melhor.

O ator, que também cumpre quarentena, conversou com o Metrópoles sobre a preparação para viver o personagem.

“Sempre tive um contato muito forte com o interior, tenho vários amigos, tenho sítio da família. Amei poder andar a cavalo”, diz Bambirra. “Escutei muito sertanejo”, complementa – mesmo que a trilha sonora do filme seja assinada pelo DJ Alok.

Ricos de Amor estreia na Netflix nesta quinta-feira (30/04). A produção tem direção de Bruno Garotti.

Últimas notícias