Ricos de Amor: por que vale a pena assistir novo filme da Netflix

A comédia romântica nacional estreia no dia 30 de abril, com Giovanna Lancellotti e Fernanda Paes Leme no elenco

atualizado 23/04/2020 11:00

Cena do filme RICOS DE AMOR da NetflixNetflix/Divulgação

Comédias românticas são uma espécie de definição do cinema “good vibes – é claro que há exceções, mas, fundamentalmente, o gênero se caracteriza por trazer mensagens positivas. Ricos de Amor, que estreia na Netflix, não foge à regra.

O Metrópoles já assistiu ao longa nacional que estreia em 30 de abril. Ricos de Amor, se não traz novidades, atende bem ao propósito de diversão: segue fórmula capaz de entreter e tem seus bons momentos.

A história gira em torno de Teto (Danilo Mesquita) um playboy filho de um importante agroindustrial. Ao conhecer Paula (Giovanna Lancellotti), o rapaz decide mudar de vida e se passar pelo “filho do caseiro” para tentar seguir com as próprias pernas – uma vibe agrária de Um Príncipe em Nova York.

A partir dessa premissa, os conflitos de Ricos de Amor se desenrolam: planos desastrados, situações cômicas, redenções e reviravoltas. Tudo empacotado em 1h30 de filme.

Uma análise mais mal-humorada pode apontar que o filme une muitas fórmulas até ficar cansativo. Porém, não é isso, o longa de Bruno Garotti diverte, mesmo sem ser uma obra-prima do gênero.

0

O último terço, onde os conflitos se resolvem, provoca boas risadas e um sentimento de que o mundo pode ser melhor – convenhamos, uma mensagem necessária em meio à pandemia de coronavírus.

Outro destaque positivo é a atuação do casal coadjuvante. Enquanto Teto e Paula protagonizam o longa, Fernanda Paes Leme e Jaffar Bambirra nos papéis de Alana e Gabriel, respectivamente, garantem o desenrolar da trama.

Vale pontuar também que, mesmo de forma tangencial, Ricos de Amor fala de desigualdade, assédio e como mulheres são vistas no mercado de trabalho.

Mesmo que não seja uma comédia romântica que ficará no panteão das melhores do gênero, o filme – entremeado por trilha sonora do DJ Alok – funciona como um bom alento no período de isolamento social. E, quem sabe, depois dele.

Avaliação: Regular

Últimas notícias