BBB19: irmã de Paula nega intolerância religiosa de sister

Mônica disse que a família de Paula já está preparada para a denúncia de Rodrigo

atualizado 05/04/2019 13:49

Após se envolver em polêmicas com Rodrigo, e ser acusada de racismo e intolerância religiosa, Paula Von Sperling foi defendida por sua irmã, Mônica, que também é advogada. Eliminado na última terça-feira (2/4), Rodrigo revelou que recorrerá à Justiça, após tomar conhecimento dos comentários da sister sobre sua religião. Em entrevista ao UOL, a irmã de Paula contou que a família já está preparada para a denúncia de Rodrigo.

Mônica reconheceu que Rodrigo tem o direito de fazer a denúncia se tiver se sentido ofendido pela mineira. No entanto, a advogada diz ter certeza de que Paula nunca agiu com o intuito de ofender alguém. “Como irmã e advogada da Paula, digo que estaremos prontos para responder qualquer tipo de denúncia que ele venha a realizar”, afirmou Monica.

0

Apesar da sister já ter feito diversos comentários preconceituosos, como dizer “nosso Deus é maior” em relação a religião de Rodrigo, Mônica acredita que a irmã não cometeu intolerância religiosa. “Ela apenas expôs sentir medo de uma religião que ela desconhece”, justificou a advogada, que relatou já ter frequentado centros espíritas e cultos evangélicos com Paula.

“Acredita ser comum existir um receio pelo desconhecido e, se ela pertence a uma religião, defenderá que aquilo, na concepção dela, é maior do que tudo”, disse Mônica, que acredita na vitória da irmã no reality show. “Ela é a grande merecedora do prêmio pois além de divertir, causar polêmicas e movimentar o programa, ela se mostrou uma grande jogadora”.

Paula já foi e voltou do paredão do reality mais de uma vez, e entrou em diversas brigas com Rodrigo e Gabriela. A sister ainda está sendo investigada preliminarmente por intolerância religiosa, e terá que depor quando sair do confinamento.

Últimas notícias