*
 

A noite desta terça-feira (6/3) foi recheada de emoção no Big Brother Brasil 18. Ao imaginar que do Paredão dois brothers seriam elimindos, os participantes estavam à flor da pele, em especial os emparedados, Gleici, Mahmoud e Paula. Amiga do trio, a Família Lima não escondeu o nervosismo.  Paula venceu a disputa acirrada pela preferência popular e permanece no reality show. Gleici, a menos votada, foi para o quarto secreto de onde sairá na sexta-feira (9/3) com imunidade e direito de indicar um desafeto para a berlinda.

A estudante de psicologia, que teve ínfimos 3% de votos para deixar o jogo, foi a primeira a ser chamada. O falso resultado surpreendeu todos os jogadores. Tiago comparou Gleici ao herói Batman. “É um herói que não escolhe usar as mesmas armas do inimigo”, disse o apresentador. “Obrigada por tudo. Lá fora a gente se encontra. Estou feliz também”, disse a favorita ao prêmio.

O apresentador Tiago Leifert teve dificuldade de controlar a alegria da jovem, que chorou e se jogou no chão ao descobrir que ainda estava no BBB18. “Não pode fazer barulho, não pode pular, nem gritar. Você está em cima da casa, eles podem te ouvir”, pediu.

Com 57,72% dos votos, Mahmoud é o sexto brother a deixar a competição. Porém, não sai rechaçado como Ana Paula, Jaqueline, Nayara e Lucas. Assim como Ana Clara, o sexólogo conseguiu reverter a rejeição dos primeiros dias de confinamento, e pulou para o seleto grupo dos cinco participantes mais queridos pelos fãs do reality. A proximidade com Kaysar, a quem chamava de primo, foi um fator decisivo para transformação da imagem libanês de vilão a mocinho.

Por incrível que pareça, Diego e Patrícia foram grandes responsáveis pela vitória de Paula. Ao declararem torcida por Mahmoud, após a formação do Paredão no último domingo (4/3), eles incentivaram todas as pessoas contrárias a fazer justamente o contrário do que a dupla pediu. A mineira, que estava à frente na votação, conseguiu reverter o resultado.