Moradores enfrentam falta de água na Cidade Estrutural

Segundo Caesb, ligações clandestinas feitas no setor Santa Luzia seriam as responsáveis pelo desabastecimento

atualizado 03/02/2020 17:43

Andre Borges/Esp. Metrópoles

Moradores dos setores Leste e Oeste da Estrutural estão enfrentando falta de água. Segundo eles, torneiras e chuveiros secaram às 17h do domingo (02/02/2020). Até as 10h30 desta segunda-feira (03/02/2020), o problema persistia.

“Não teve qualquer comunicado”, disse o pedreiro Verinaldo Guedes de Souza, 44 anos. De acordo com ele, a falta de água ocorre regularmente. Geralmente, quando as torneiras estão secas no Setor Leste, o abastecimento fica normalizado no Oeste. E vice-versa.

“Donos de mercados, padarias e restaurantes não estão conseguindo lidar com essa falta de água toda hora”, afirmou.

O empresário Evanildo da Silva Macedo, 43, conta que os moradores estão sem saber o que ocorreu. “Quando começou o problema, disseram que a rede da cidade estava migrando do reservatório de Santa Maria para o do Descoberto. Depois, falaram que o problema começou com ligações clandestinas, furto de água”, pontuou.

O outro lado

A Caesb informou que está trabalhando para regularizar o abastecimento da região. “Periodicamente, equipes da companhia retiram ligações clandestinas do Setor Santa Luzia, que são responsáveis pela diminuição da pressão da rede de água das áreas regulares da Estrutural”, afirmou a estatal, em nota.

Ainda de acordo com a Caesb, o Setor Santa Luzia não está dentro da rede regular de fornecimento da empresa. Por questões sociais e humanitárias, a companhia fornece caminhões-pipa para o local.

Últimas notícias