*
 

Mais de 746 mil pessoas saíram às ruas para aproveitar os bloquinhos de Carnaval na capital do país. A maioria se divertiu. No entanto, alguns foliões protagonizaram episódios de violência e vandalismo. Na volta para casa, atacaram ônibus e metrô.

Segundo as empresas, 58 coletivos foram destruídos entre sábado (10/2) e terça-feira (13), e estão passando por conserto. O prejuízo ainda é calculado pelas concessionárias do transporte público do DF. Do total, 10 carros são da Pioneira; 15 da Piracicabana; 31 da Urbi; e dois da Marechal. No ano passado, esse número fechou em 69.

O Metrópoles teve acesso a um vídeo em que um grupo dança no interior de um ônibus. Uma mulher chega a ficar pendurada dentro do coletivo.

 

Metrô
O metrô também não escapou dos vândalos. Superlotado em razão do grande volume de passageiros que entraram na Estação Central de Brasília, o sistema teve portas e lâmpadas danificadas no sábado (10). Sete trens foram retirados de circulação.

Um deles teve quatro janelas quebradas. Outro, o uso indevido dos extintores. Em todos houve o acionamento do botão de emergência. Não há informações sobre detidos.

Confusão no metrô no sábado (10)

 

Assassinatos
Antes mesmo de o Governo do Distrito Federal divulgar, oficialmente, o balanço do Carnaval 2018, o Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol) publicou a quantidade de ocorrências registradas no período da folia na capital do país.

Os números não estão relacionados apenas aos eventos de Momo. Segundo a entidade, foram pelo menos 1.481 registros criminais graves. Uma média de 296 crimes por dia, de sexta (9/2) a terça (13), entre homicídios, lesões corporais, vandalismo, furtos e assaltos. Ou seja, um ato de violência a cada cinco minutos.

De acordo com a estatística divulgada pelo Sinpol, foram 38 atentados graves contra a vida, se somados os homicídios consumados (16), tentados (19) e latrocínios (roubo seguido de morte) tentados (3). Média de 7,6 por dia. Portanto, um a cada três horas e 15 minutos.

O balanço oficial do Carnaval será apresentado na tarde desta quarta (14). Antes, porém, a Polícia Militar divulgou o total de ocorrências de trânsito durante o feriado. Nos dias de folia, a corporação autuou 395 motoristas bêbados; 323 tiveram a permissão para dirigir suspensa e a carteira de habilitação apreendida; e 304 foram autuados por uso de celular ao volante.

Além disso, a PM prendeu sete motoristas embriagados e duas armas brancas.

 

 

COMENTE

transporte públicovandalismocarnaval 2018
comunicar erro à redação

Leia mais: Distrito