Setor Policial Militar vai ganhar BRT, vias largas e sinalização

A contratação da empresa para executar as obras de complementação do sistema viário tem valor previsto de R$ 8,8 milhões

Tony Winston/Agência BrasíliaTony Winston/Agência Brasília

atualizado 14/02/2020 10:55

O Setor Policial Militar, na região administrativa do Plano Piloto, vai passar por uma reformulação de seu sistema viário. As mudanças incluem alargamento das vias, pavimentação, drenagem, sinalização e a construção de um viaduto. Elas serão realizadas para viabilizar a implantação do BRT (Bus Rapid Transit) na via ESPM, que é parte integrante do Corredor Oeste de Transporte Público do DF.

O corredor da ESPM situa-se entre o Setor Policial e o Setor Hospitalar Sul, iniciando-se na interseção com a Via W3 até a interseção com a EPIG.

A previsão é que as obras sejam iniciadas ainda no primeiro semestre de 2020, no valor de R$ 8.843.137,23. Nessa quinta-feira (13/02/2020), a Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Habitação (Seduh) aprovou, por meio da Portaria nº 17, o projeto de sistema viário com o memorial descritivo.

Veja:

Reprodução
O próximo passo será a execução do projeto pela Secretaria de Obras. A pasta será a responsável por contratar, por meio de licitação, a empresa responsável pelos serviços.

O certame está marcado para 19 de fevereiro. Cinco dias após o contrato ser firmado, a empresa escolhida terá 360 dias corridos para executar as obras, segundo edital publicado pela Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap).

Transporte coletivo

O objetivo do GDF é melhorar a operação dos sistemas de transporte coletivo e a estruturação viária básica nos corredores de ônibus urbanos, com a implantação de via exclusiva para os coletivos. A medida consolidaria um corredor troncal na via ESPM e sua ligação com o Terminal Asa Sul, localizado no Setor Terminal Sul (STS).

Últimas notícias