Tem troco pra R$ 200? Comerciantes do DF estão apreensivos com nova cédula

Nas ruas do DF, ninguém ainda se deparou com a novata da família Real. Comerciantes temem dificuldade na hora do pagamento

atualizado 03/09/2020 13:15

Nova nota de R$ 200Hugo Barreto/ Metrópoles

A nova cédula de R$ 200, lançada nessa quarta-feira (2/9) pelo Banco Central, em Brasília, começará a circular pelas ruas da cidade em breve. Colecionadores já fizeram até fila para adquirir a nota, mas comerciantes e moradores do DF ainda aguardam, ansiosamente, para se deparar com o novo papel moeda.

A nota, com a imagem do lobó-guará, é cinza e sépia. Segundo o BC, o animal, típico do cerrado, foi escolhido por se tratar de um animal em risco de extinção. A previsão é a de que, neste ano, sejam produzidas 450 milhões de unidades da novata, totalizando o valor de R$ 90 bilhões.

Na 412 Sul, o proprietário da Pão Belo Padaria, Armando Bittar, 60 anos, disse que ainda não recebeu a nota como pagamento em seu estabelecimento. Ele avalia que o alto valor, vai dificultar o troco. “Não quero receber aqui no comércio. A gente já tem dificuldade para trocar R$ 20, R$ 50. Imagina as notas de R$200. Que esse lobó-guará apareça só no meu bolso”, brincou o comerciante.

A vendedora de um armarinho também na Asa Sul, Andrea Ferreira Spacino, 45, disse que ainda não viu a circulação da nota no comércio. “Acho que ainda é recente. Eu mesma, só vi pela internet. Ainda quero pegar uma nas mãos. Dizem que é menor que as outras. Achei ela bacana. Quero guardar uma”, espera.

0

O ladrilheiro Antônio Freitas da Costa, 42, morador de Santa Maria, disse que não vê a hora de colocar a nota na carteira. “Eu ainda não vi, não sei a cor e como ela é. Sei que quero colocar umas quatro notas de uma só vez na minha carteira. Vai ser bom para a gente não querer trocar e conservar o dinheiro no bolso. Já estou na expectativa de conseguir uma no banco.”

Na cédula de R$ 200, segundo o BC, optou-se pela manutenção de elementos de segurança já existentes em outras notas da família Real: o número que muda de cor, do azul para o verde, com uma faixa brilhante que parece rolar para cima e para baixo, quando se movimenta a nota; a marca-d’água, que apresenta o valor da nota e a imagem do animal; o número escondido, que aparece quando a nota é colocada na posição horizontal, na altura dos olhos; e o alto-relevo, em diversas áreas na frente e no verso da nota.

Últimas notícias