Os bastidores das notícias, e os principais personagens, que movimentam a política do Distrito Federal

TCDF: distrital entra com representação por vazamento de chorume

Rodrigo Delmasso acionou órgão de controle após Metrópoles revelar que aterro sanitário do DF entrou em colapso por excesso do resíduo

atualizado 31/01/2020 20:22

Giovanna Bembom

Vice-presidente da Câmara Legislativa (CLDF), o deputado distrital Rodrigo Delmasso (Republicanos) ingressou nesta sexta-feira (31/01/2020) com representação no Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) para que a Corte investigue os riscos de desastre ambiental pelo excesso de chorume armazenado no Aterro Sanitário de Brasília (ASB), localizado em Samambaia.

A decisão ocorre após o Metrópoles revelar com exclusividade documento interno do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) o qual indica a situação de “colapso” causada pelo excesso de chuvas no período de janeiro, fato que levou as bacias de contenção do resíduo poluente a chegarem na capacidade máxima. Técnicos do órgão também sugeriram decretar estado de emergência no local devido aos riscos de vazamento do líquido tóxico.

“Na minha opinião, a situação do aterro é gravíssima e precisamos levantar e punir os responsáveis. Acredito que o governo está adotando as medidas necessárias para que um desastre maior não aconteça”, afirmou o parlamentar ao Metrópoles.

Na peça, o parlamentar requisita a abertura de uma auditoria especial da Corte de Contas “com vistas a apurar as causas e responsabilidade sobre o transbordamento das bacias que armazenam chorume no Aterro Sanitário de Brasília”.

Ações imediatas

Após a repercussão do caso, o Serviço de Limpeza Urbana (SLU) anunciou, nesta sexta-feira (31/01/2020), o plano para reverter o estado de emergência no Aterro Sanitário de Brasília (ASB), localizado em Samambaia, devido ao vazamento de chorume.

Além da construção emergencial de duas novas lagoas de contenção nesta semana, a autarquia planeja outras seis. Duas ficam prontas na próxima terça-feira (04/02/2020) e as outras quatro serão entregues até 15 de fevereiro.

 

Últimas notícias