Sem proposta de reajuste, PMDF se reúne para tratar de negociações

Policiais militares e bombeiros esperavam manifestação do GDF até 3 de maio, mas alegam não terem recebido nenhum documento

Daniel Ferreira/MetrópolesDaniel Ferreira/Metrópoles

atualizado 09/05/2019 16:44

O Fórum das Associações de Policiais Militares e Bombeiros Militares do Distrito Federal se reúne nesta sexta-feira (10/05/2019) para decidir qual será o posicionamento das corporações diante da ausência de uma proposta de reajuste do Governo do Distrito Federal (GDF).

Os militares negociavam com o Executivo local pedido de aumento de 37% – o mesmo da Polícia Civil – a ser encaminhado ao governo federal. Porém, segundo integrantes do coletivo, a promessa era que eles recebessem o documento em 3 de maio, mas nada aconteceu.

“Vamos encaminhar sobre esse ‘não posicionamento’ do GDF. Eles mandaram proposta da Polícia Civil, e a nossa, nada. Entendemos o momento difícil que o governo passa, mas queremos a proposta para ser encaminhada ao Congresso”, afirmou o presidente da Associação dos Oficiais (Asof) da PMDF, tenente-coronel Eduardo Naime.

A Asof faz parte do Fórum, que representa 13 associações de PMs e bombeiros, e quer uma resposta imediata. Eles convidaram deputados distritais Hermeto (PHS) e Roosevelt Vilela (PSB). A reunião acontece no prédio da Caixa Beneficente da PMDF (Cabe), localizada no SIG, às 10h.

Últimas notícias