PCDF prende membros de quadrilha especializada em roubo de celulares

Dupla é acusada de participação em um assalto à loja Ricardo Eletro de Brazlândia no dia 30 de abril

PCDF/ReproduçãoPCDF/Reprodução

atualizado 07/06/2019 18:46

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu dois membros de uma quadrilha especializada no roubo de celulares. A dupla é acusada de participação em um assalto à loja Ricardo Eletro da Quadra 4 Norte de Brazlândia em 30 de abril deste ano.

Lucas de Souza Nascimento, 18, foi encontrado no Guará na manhã desta sexta-feira (07/06/2019). Bruno Pereira Barbosa de Souza, 21, apontado como mentor intelectual do crime, foi localizado à tarde, em Santo Antônio do Descoberto (GO), no Entorno do DF.

Segundo o delegado que coordena as investigações sobre o roubo, Raphael Seixas, chefe da 18ª Delegacia de Polícia (Brazlândia), cinco pessoas participaram do crime contra a loja de eletrônicos e eletrodomésticos. Três entraram no comércio e dois deram cobertura do lado de fora, em um Hyundai HB20 roubado.

“Bruno instruiu todo o grupo e era um dos que davam apoio do lado de fora. Ele arquitetou o crime e alugou as armas usadas pelos comparsas. Era um grupo especializado, que costumava alugar armas de fogo sempre que iriam praticar os assaltos”, explica Seixas.

No dia do assalto, eles renderam clientes, funcionários e roubaram, além de todos os 16 celulares no estoque do estabelecimento, cinco aparelhos das vítimas. A polícia ainda apura quem era o receptador dos smartphones roubados.

 

“Infelizmente, a loja não tinha o cadastro do IMEI desses celulares, o que inviabiliza o bloqueio”, conta o delegado. O International Mobile Equipment Identity (IMEI) é uma espécie de identidade dos aparelhos eletrônicos, que podem ser inutilizados mediante solicitação à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

A quadrilha está sediada em Santo Antônio do Descoberto, mas também há moradores do Distrito Federal entre os membros. De acordo com o chefe das investigações, eles costumam se reunir para praticar crimes planejados com antecedência, desde a escolha do comércio até o aluguel das armas.

Últimas notícias