Mulher é encontrada morta no Sudoeste. PCDF suspeita de ex

Vítima tem 49 anos e, segundo informações preliminares, foi golpeada no peito. Suspeita é de que morte tenha ocorrido no fim de semana

atualizado 23/12/2019 23:18

Vinícius Santa Rosa/Metrópoles

Uma mulher de 49 anos foi encontrada morta em apartamento na Quadra 2 do Sudoeste Econômico, na tarde desta segunda-feira (23/12/2019).

Segundo a Polícia Militar, a vítima, Luciana de Melo Ferreira, teria sido ferida com um golpe no peito. Uma equipe da Polícia Civil foi ao local para fazer a perícia.

O principal suspeito é o ex-namorado de Luciana, um vigilante de 45 anos identificado como Alan Fabiano Pinto de Jesus. A polícia acredita que o assassinato tenha ocorrido no sábado (21/12/2019). O corpo foi encontrado nesta segunda-feira pela filha da vítima. O caso é investigado pela 3ª DP (Cruzeiro).

Tornozeleira

Segundo informações obtidas pelo Metrópoles, o casal ficou junto por quatro meses, mas Luciana terminou o namoro em outubro. Quando a mulher disse que não queria manter o relacionamento, ele tentou matá-la. Alan jogou o carro em que ambos estavam contra uma árvore. Luciana pulou momentos antes da colisão e se feriu bastante.

O homem foi preso em flagrante e passou semanas detido, até que a Justiça concedeu liberdade, mediante uso de tornozeleira eletrônica. Há cerca de duas semanas, foi autorizada a retirada do dispositivo.

Shopping

No último sábado (21/12/2019), Luciana estava com a filha em um shopping. Segundo a moça contou à polícia, a mãe a deixou na casa do namorado.

Nesta segunda-feira (23/12/2019), a jovem voltou para casa, mas o imóvel estava trancado com chave tetra e ela precisou chamar um chaveiro. Ao abrir a porta, a filha viu o corpo da mãe estirado no chão e acionou a polícia.

Feminicídio

Se confirmado, esse será o 33º feminicídio neste ano no Distrito Federal. O último crime ocorreu no fim de novembro.

A cabeleireira Sandra Maria Sousa Moraes foi assassinada pelo irmão, Danilo Moraes Gomes. O caso aconteceu em Vicente Pires. O suspeito está foragido desde então.

Últimas notícias