Ladrão rouba R$ 200 mil, é preso em hotel e dá calote em prostituta

Polícia recuperou R$ 198,7 mil do dinheiro que estava no cofre de uma casa em Sobradinho

PCDF/ReproduçãoPCDF/Reprodução

atualizado 01/07/2019 22:54

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu um homem de 19 anos e apreendeu um adolescente que furtaram a casa de uma moradora de Sobradinho e levaram um cofre no qual havia R$ 200 mil. O crime ocorreu no dia 25 de junho e eles foram presos nesse sábado (29/06/2019) em endereços diferentes.

Daniel Ferreira de Sousa estava acompanhado de uma garota de programa em um hotel às margens da BR-020, quando os agentes da 13ª Delegacia de Polícia entraram no quarto. Com ele, dentro de uma mochila, os agentes encontraram parte do dinheiro. Ele foi preso no local, sem efetuar o pagamento combinado em R$ 300 com a profissional do sexo. “Não poderíamos admitir que ele desfrutasse do dinheiro alheio com serviços de prostituição”, ressalta o delegado Hudson Maldonado, chefe da 13ª DP.

No dia do crime, eles arrombaram a porta da residência e foram direto ao quarto onde a dona do imóvel guardava o dinheiro. “Havia dois cofres na casa: um grande e um pequeno. Eles sabiam em qual estava o dinheiro e foram direto no menor. Esse cofre foi encontrado posteriormente com sinais de arrombamento. Nós estamos investigando se alguém passou informações privilegiadas para a dupla”, expõe Maldonado.

PCDF/Reprodução
Daniel Ferreira de Sousa, 19 anos, preso com prostituta em hotel na BR-020

Ao ser preso, Daniel confessou que guardava o dinheiro em outra casa. Lá encontraram o restante do valor e apreenderam o menor de idade. “Recuperamos quase a totalidade do dinheiro furtado. Eles conseguiram gastar R$ 1,3 mil com coisas fúteis, como festas, bebidas e garotas de programa”, diz o investigador.

Os R$ 198,7 mil recuperados foram restituídos à vítima. Segundo o delegado, o valor é lícito e foi adquirido por meio de herança e venda de imóveis. A mulher disse que guardava o dinheiro em casa temporariamente e que iria depositá-lo, antes de ser vítima do crime.

Daniel, que já possuía passagens pela polícia por porte de drogas e roubo à mão armada, responderá por furto qualificado, corrupção de menor e porte ilegal de arma de fogo. Com ele, além do dinheiro, foi encontrado um revólver calibre .38.

O adolescente foi levado à Delegacia da Criança e do Adolescente (DCA).

Últimas notícias