*

Mais lidas

Famílias de jovens carbonizadas farão identificação oficial dos corpos

Um chacareiro que andava a cavalo viu os cadáveres e acionou a polícia. O caso foi registrado na 33ª Delegacia de Polícia (Santa Maria). O local é utilizado por usuários de drogas

Reprodução/Facebook
Carlos Carone
 

Familiares das duas adolescentes cujos corpos foram encontrados carbonizados dentro de uma vala, nas proximidades da Chácara 03, no Núcleo Rural Alagados, em Santa Maria, irão nesta segunda-feira (4/9) ao Instituto Médico-legal (IML) para fazer a identificação oficial de Nicolly Santana, 15 anos, e Letícia Ibiapino, 14.

Um chacareiro que andava a cavalo viu os cadáveres e acionou a polícia. O caso foi registrado na 33ª Delegacia de Polícia (Santa Maria). O homem relatou aos policiais que passava pela região, na quinta-feira (1º/9), quando foi atraído por uma grande concentração de urubus nas proximidades. Ele foi verificar o motivo da revoada, temendo que algum de seus animais houvesse morrido, mas se deparou com os dois corpos carbonizados.

O homem explicou que os corpos estavam um sob o outro, em um buraco resultado de erosão e de aproximadamente 3 metros de diâmetro e 1,5 metro de profundidade. Ao lado deles, o chacareiro identificou uma pedra, com peso estimado em 2 quilos, suja de sangue, além de um caderno escolar feminino parcialmente queimado.

Os investigadores solicitaram a perícia do Instituto de Criminalística e, posteriormente, o IML para remoção dos corpos.  A equipe de peritos recolheu, dentre outros objetos, bijuterias nos corpos das vítimas, o caderno, e a pedra com marcas de sangue, que acabaram sendo reconhecidos por parentes no fim de semana. Foram levados à DP para apreensão, ainda, um chinelo e um tênis, ambos parcialmente queimados e que estavam ao lado dos corpos.

Segundo a Polícia Civil, não foram localizadas testemunhas do fato, embora o morador da chácara mais próxima não tenha sido encontrado para ser entrevistado. Os cadáveres estavam em local ermo, próximo à captação de águas pluviais e ao córrego que fica naquele núcleo rural, conhecido como ponto de desova e utilizado por usuários de drogas.

Na sexta (2), uma equipe da Seção de Investigação de Crimes Violentos compareceu ao local do crime e localizou três folhas de caderno escolar e uma calcinha parcialmente queimadas. O material foi apreendido e encaminhado para perícia.

 

 

COMENTE

Santa Mariacorpos carbonizados
comunicar erro à redação

Leia mais: Segurança