DF: presos golpistas suspeitos de sacar dinheiro de clientes de banco

PCDF entrou no caso após a gerência da instituição identificar movimentações atípicas realizadas na conta de uma correntista

istockistock

atualizado 07/02/2019 11:55

Investigadores da Coordenação de Repressão aos Crimes Contra o Consumidor, a Propriedade Imaterial e a Fraudes (Corf) prenderam três homens suspeitos de cometerem golpes bancários por meio de transferências fraudulentas lesando os correntistas de um banco, em Taguatinga. Todos responderão por furto mediante fraude e associação criminosa.

A polícia entrou no caso na segunda-feira (4/2), depois de a gerência financeira do banco suspeitar de movimentações bancárias realizadas na conta de um dos clientes.

A instituição apurou a origem do dinheiro e chegou a uma correntista que, supostamente, havia transferido R$ 12,5 mil para uma segunda conta. Após a cliente do banco negar que havia feito a transferência, o banco identificou a fraude e a Corf foi acionada.

O nome do banco não foi revelado pela PCDF. A corporação também não detalhou como o golpe era aplicado.

Depois de dois suspeitos efetuarem dois saques de R$ 5 mil cada, eles foram presos quando tentavam sacar os R$ 2,5 mil restantes. Um novo caso ocorreu no mesmo banco, nessa quarta (6), quando um novo criminoso tentou aplicar o mesmo golpe e foi preso quando já efetuava o terceiro saque bancário.

 

Últimas notícias