Prestes a vencer, 56 mil testes da Covid-19 no DF serão doados para o Entorno

A Secretaria de Saúde informou que parte desses exames, também recebidos pelo GDF por meio de doações, seguirão para Valparaíso de Goiás

atualizado 15/10/2020 15:40

Testes rápidos coronavírusHugo Barreto/Metrópoles

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF) vai doar 56,7 mil testes para detecção da Covid-19, recebidos pela rede pública de saúde da capital, para municípios da Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno (Ride).

De acordo com informações da pasta, esses exames chegaram ao DF por meio de doação e com prazo curto de vencimento, de 90 dias. São do tipo que não substituem os testes rápidos, porque são de maior complexidade e exigem a coleta de sangue venoso e a posterior centrifugação em laboratório.

“Os testes rápidos são capilares, detectam IgM e IgG (anticorpos), com coleta de sangue a partir de uma picada no dedo. A pasta utilizou milhares desses testes doados. Como não conseguiria utilizar todos, em razão da complexidade e por serem apenas testes para IgM, imediatamente, eles foram doados para vários municípios da Ride, e não apenas para um município especificamente”, esclareceu a SES-DF, por meio de nota.

0

Do total de 300 mil recebidos pelo DF, restam apenas 56.700.

“Desses, 40 mil foram reservados para o município de Valparaíso, que nos solicitou por meio de ofício”, detalhou a pasta. “É importante não confundir. Esses testes doados, e não comprados, não substituem os testes rápidos de coleta de sangue capilar, nem o exame de PCR que temos, ambos, disponíveis para o atendimento da população”, acrescentou.

Ainda de acordo com a Secretaria de Saúde, as análises sorológicas para detecção do novo coronavírus pelo Laboratório Central de Saúde Pública do DF (Lacen) apresentaram queda significativa em setembro e continuam em redução acentuada na primeira quinzena de outubro.

Últimas notícias