*
 

Um mês depois de deixar a terceira via para seguir carreira “solo”, o presidente do PTB-DF, Alírio Neto, ainda é um nome cogitado pelos integrantes da coalização a qual pertencia, atualmente composta por nove partidos. O deputado federal Rogério Rosso (PSD) acredita na possibilidade de retorno do cacique petebista para o grupo: “Ele é importante para a composição. Nunca deixamos de conversar”, afirmou Rosso.

Ao lado do senador Cristovam Buarque (PPS), Rosso mantém-se como um dos principais articuladores do grupo. Ele tem defendido a reaproximação de Alírio por três motivos: tempo de televisão, fundo eleitoral e nominatas proporcionais do PTB, as quais considera “competitivas”.

Alírio deixou a terceira via em 15 de maio, depois que Cristovam iniciou conversas com o concorrente na pré-candidatura ao Palácio Buriti Jofran Frejat (PR). Desde então, angariou aliados e, na terça-feira (19/6) concretizou uma parceria com a presidente do Pros local, Eliana Pedrosa. Ele afirmou nunca ter deixado de conversar com Rosso e disse que está aberto a negociações.

“Estamos em um processo de construção. Somos um grupo de oposição do governador Rodrigo Rollemberg (PSB). Quem for oposição a ele é bem-vindo”, disse Alírio.

Alírio era um dos três nomes cogitados pela terceira via para disputar o Buriti, mas o grupo escolheu Izalci Lucas (PSDB) para concorrer ao cargo em outubro.

Almoço
Enquanto uns querem mudança, outros cobram definição. Nesta quarta-feira (20), integrantes do grupo de Izalci vão almoçar. Na ocasião, pretendem acelerar os direcionamentos.

“A gente precisa se posicionar. A expectativa é de chegar a um consenso. Afinal de contas, o tempo é pequeno”, afirmou Izalci Lucas.