Polícia faz operação contra o uso ilegal de vale-transporte no DF

Os policiais agiram na Rodoviária do Plano Piloto e nos terminais do BRT de Santa Maria e Gama. Seis pessoas acabaram detidas

atualizado 09/11/2019 7:41

Na manhã desta sexta-feira (08/11/2019), agentes da Coordenação de Repressão aos Crimes Contra o Consumidor, a Ordem Tributária e a Fraudes (Corf) realizaram uma operação para coibir fraudes no uso do vale-transporte em diversas regiões do DF. A Rodoviária do Plano Piloto e os terminais do BRT de Santa Maria e Gama se tornaram palco da operação, batizada de Cartão Vermelho.

Segundo a polícia, os suspeitos vendiam o crédito das passagens a outras pessoas e ficavam com os valores. Isso fazia com que o Governo do Distrito Federal (GDF) arcasse com os custos relativos às integrações. Até o momento, seis pessoas foram presas pelo crime de estelionato contra o Estado.

De fevereiro até agora, 26 pessoas foram presas acusadas de fraudar o sistema. A Polícia Civil suspeita de envolvimento de servidores públicos no esquema que seria responsável por causar um rombo anual de R$ 100 milhões aos cofres públicos. Se condenados, os suspeitos de estelionato contra a administração pública podem pegar até cinco anos de cadeia.

Últimas notícias