Polícia Civil prende integrante do PCC que se escondia no DF

O criminoso era especializado em tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro. Antes, já havia sido sido alvo da Polícia Federal

atualizado 07/04/2020 18:48

A Polícia Civil do Distrito Federal prendeu, nesta terça-feira (07/04), um  suspeito ligado à facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC). Ele estava escondido em uma residência em Ceilândia Sul.

O criminoso, de 36 anos, é especializado em tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro e já havia sido sido alvo de operação da Polícia Federal, em Rondônia, no ano de 2016. Na ocasião, foram apreendidos 131 quilos de entorpecentes, R$ 365 mil em espécie, vários veículos e armas de fogo.

A prisão ocorreu no DF por policiais da 14ª Delegacia de Polícia (Gama) e foi com feita com base em uma investigação na qual o suspeito e demais integrantes da associação criminosa adquiriam grande quantidade de drogas na cidade boliviana de Guayamerín e, em seguida, transportavam as substâncias em carros e caminhões para várias cidades brasileiras.

Documento falso

Além do tráfico de drogas, os criminosos também financiavam o garimpo ilegal na Região Norte do país. A PCDF identificou, ainda, que o homem detido nesta terça é investigado pela prática de crimes no Ceará e no Rio de Janeiro.

“No momento da abordagem, o suspeito apresentou-se aos agentes utilizando documento falso, razão pela qual, além de ter sido cumprido mandado de prisão que estava em aberto, também foi lavrado auto de prisão em flagrante por uso de documento falso”, explicou o delegado William Ricardo.

Últimas notícias