PF prende homem com 200 canários em malas no Aeroporto de Brasília

Animais estavam distribuídos em 19 gaiolas. Ele responderá pelo crime de receptação qualificada, com pena de até 8 anos de reclusão

Polícia Federal/DivulgaçãoPolícia Federal/Divulgação

atualizado 05/08/2019 20:43

Um homem de 48 anos foi preso, nesta segunda-feira (05/08/2019), pela Polícia Federal (PF) ao desembarcar no Aeroporto Internacional de Brasília transportando 200 canários-da-terra ilegalmente escondidos em duas malas.

De acordo com a PF, o suspeito, natural de Patos de Minas (MG), vinha de Manaus (AM) e tinha a intenção de vender os animais na capital federal. A ilegalidade foi descoberta após agentes da corporação, em fiscalização de rotina, notarem a presença dos pássaros por meio de exames de raio-X.

Os pássaros foram encaminhados ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), onde serão avaliados.

O preso responderá pelo crime de receptação qualificada, com pena de até 8 anos de reclusão.

Últimas notícias