Pente-fino no Detran DF: Valmir Lemos aceita convite para Corregedoria

Indicado aguarda aprovação do GDF, mas sinaliza gestão com perfil equilibrado e com parcerias. Autarquia quer revisar todos contratos

atualizado 23/05/2019 11:14

O ex-secretário de Segurança Pública do Distrito Federal e delegado aposentado da Polícia Federal Valmir Lemos aceitou o convite para comandar a Corregedoria do Departamento de Trânsito (Detran). O advogado aguarda a publicação no Diário Oficial (DODF) para começar a trabalhar.

A nova direção da autarquia quer fazer um pente-fino em todos os contratos. Além de limpar a instituição de eventuais atos de corrupção, o órgão buscará uma redução das despesas entre 10% e 30%. Nesse contexto, o papel do corregedor será determinante.

Alírio é um amigo antigo. Convidou-me para assumir a Corregedoria. Ele quer fazer uma reestruturação e tem a intenção de desenvolver um bom trabalho. Falei que, da minha parte, poderia ajudá-lo, não tem problema nenhum. Disse que ele ficasse à vontade para submeter meu nome às instâncias superiores do governo”, comentou Lemos ao Metrópoles.

Cauteloso, o ex-secretário de Segurança disse que aguarda a publicação da nomeação para falar sobre a autarquia. “Sempre procuro ver as rotinas de onde vou trabalhar, depois proponho ajustes. Chegar, olhar, estudar e respeitar as esferas de trabalho”, declarou.

Lemos destacou que existe a investigação do Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) e da Polícia Civil sobre o contrato de modernização dos semáforos. As suspeitas de irregularidades nesta licitação foram o estopim para queda do ex-diretor da autarquia, Fabrício Moura.

Operação
Nessa quarta-feira (22/05/2019), os investigadores deflagraram a Operação Blitzkrieg, justamente para colher informações sobre o caso. Os mandados de busca e apreensão ocorreram no Detran e em residências de funcionários, inclusive na casa do ex-diretor.

Mesmo assim, caso venha a assumir o posto, Lemos pretende transformar a Corregedoria em um órgão normativo de controle e orientação, não se limitando a uma instância exclusivamente punitiva.

Vamos trabalhar para seguir as regras. Não vamos inventar novas. Uma coisa que primo é seguir o curso normal das coisas, respeitando a participação de outros órgãos e com tranquilidade.

Valmir Lemos, ex-secretário de Segurança do DF

O novo diretor do Detran, Alírio Neto, promoveu uma dança das cadeiras nos postos de gestão da autarquia. Ao Metrópoles, antecipou a preocupação com os contratos emergenciais, especialmente no caso da manutenção semafórica. Neste sentido, promete lançar uma licitação em setembro para reduzir os gastos.

Transparência necessária
Na manhã dessa quarta-feira (22/05/2019), o governador Ibaneis Rocha (MDB) não demonstrou incômodo com a indicação de Lemos para a Corregedoria. Para o emedebista, a autarquia precisa ser tratada com a necessária transparência.

Segundo o governador, as investigações do MPDFT e da PC são fundamentais para esclarecer o episódio do contrato de modernização semafórica. Lembrando que o processo de elaboração da licitação foi transferido para a Secretaria de Segurança. Apesar das suspeitas, Ibaneis acredita na inocência de Moura.

“Eu espero, eu confio naquilo que coloquei. O Fabrício é uma pessoa que detém a minha confiança. Se fez algum procedimento errado, talvez seja por infantilidade. Não tinha costume com o cargo. Foi buscar amparo com o irmão. Que é um profissional que conhece a matéria”, argumentou.

Últimas notícias