PCDF prende homem que estuprou a filha e tentou matar a companheira

A jovem era violentada desde os 12 anos. Ao descobrir os ataques, a mãe acabou sendo agredida pelo marido

atualizado 03/06/2021 6:39

presoPCDF/Divulgação

Um homem foi preso acusado de estuprar a própria filha, as enteadas e tentar matar a companheira a facadas. O caso ocorreu no bairro Buritizinho, em Sobradinho, nessa quarta-feira (2/6) e é investigado pela 35ª Delegacia de Polícia (Sobradinho II).

Inicialmente, os policiais foram informados sobre um indivíduo que estaria tentando matar a própria esposa. Uma equipe, então,  passou a fazer buscas à procura das vítima.

“Ficou claro que o infrator teria injuriado, ameaçado e tentado matar a mulher após ela descobrir que ele teria praticado abusos sexuais contra a própria filha do casal, de 15 anos”, explicou o delegado-chefe da 35ªDP, Laércio Carvalho.

Carvalho detalhou que a adolescente teria tomado coragem de contar a uma irmã sobre os abusos. Logo em seguida, a irmã procurou a mãe para relatar os fatos. Revoltada, a mulher cobrou explicação do companheiro. Este, embriagado, negou e começou agredir a esposa usando uma faca para tentar matá-la.

Durante as investigações, a PCDF descobriu que o autor também estuprou as duas enteadas. Elas saíram da casa da família, ainda adolescentes, para fugir dos abusos. As vítimas também contaram à polícia que eram ameaçadas, mas só agora tiveram coragem de revelar os fatos.

“A forma de agir era sempre a mesma. Aproveitava a ausência da esposa para estuprar as adolescentes. A filha mais jovem, de 15 anos, foi a primeira a ter coragem de denunciar o pai. Ela vinha sendo abusada desde os 12”, completou o delegado.

O homem foi preso em flagrante pela Lei Maria da Penha por tentar contra a vida da própria esposa. Também foi autuado por estupro e estupro de vulnerável contra as enteadas e a filha, respectivamente. Se condenado, poderá passar até 30 anos preso.

Últimas notícias