Obras dos novos hospitais de campanha no DF estão até 50% concluídas

Estrutura erguida em Ceilândia atingiu a marca. As unidades do Autódromo e do Estádio Bezerrão estão com 45% dos trabalhos feitos

atualizado 06/04/2021 11:13

Geovana Albuquerque/Agência Saúde-DF

As obras para construção dos três novos hospitais de campanha seguem em ritmo acelerado. Na manhã desta terça-feira (6/4), a Secretaria de Saúde divulgou que a estrutura da Ceilândia atingiu a marca de 50% da conclusão. As unidades do Autódromo de Brasília e do Estádio Bezerrão, no Gama, estão com 45%.

Cada espaço terá 100 leitos e deverão ser oferecidas 18 mil diárias de internações por cada hospital de campanha.

Enquanto isso, a dispensa de licitação para contratação emergencial de empresa que vai gerir os novos hospitais de campanha para atender a pacientes com Covid-19 segue aberta até as 18h da próxima quinta-feira (8/4). As companhias interessadas devem enviar propostas para o e-mail [email protected].

O contrato terá duração de 180 dias, e a empresa deverá oferecer serviços de gestão integrada de leitos hospitalares, com suporte ventilatório pulmonar e terapia renal substitutiva beira-leito.

A contratada deverá fornecer manutenção e insumos necessários ao funcionamento dos equipamentos (incluindo computadores e impressoras) e atendimento dos pacientes (medicamentos, materiais médico-hospitalares, gases medicinais e esterilização de equipamentos e materiais, além de alimentação, nutrição enteral e parenteral).

0
Construção

A construção dos hospitais de campanha está a cargo da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap). As obras dos três hospitais completaram nove dias. Mesmo com o feriado da Semana Santa, os trabalhos prosseguiram sem interrupções. A conclusão está prevista para os próximos 11 dias.

“É muito gratificante fazer parte dessa missão que é salvar vidas. Estamos trabalhando, diariamente, para que as obras sejam entregues com a maior celeridade possível”, disse o presidente da Novacap, Fernando Leite.

Nas três unidades, a cobertura está completa. As partes de estrutura metálica, piso elevado e instalações hidráulicas e hidrossanitárias também avançaram ao longo da semana.

Unidades

Em Ceilândia, além da cobertura, foram finalizados o piso elevado e a estrutura metálica. O hospital é construído pela empresa DMDL Montagens de Stands Ltda., vencedora do pregão com o valor de R$ 6.597.500.

No Autódromo Internacional Nelson Piquet, há 67 profissionais atuando de forma ininterrupta. Eles concluíram a cobertura, as estruturas metálicas e os portões para veículos e ambulâncias. Esta estrutura também está sendo construída pela DMDL Montagens de Stands Ltda., que, após licitação, foi contratada pelo mesmo valor das instalações em Ceilândia.

No estádio do Bezerrão, no Gama, a cobertura e as estruturas metálicas e elétricas estão concluídas. Neste hospital, os 44 trabalhadores se debruçam nas instalações hidráulicas. A unidade é construída pela Paleta Engenharia e Construções Ltda., que venceu pregão eletrônico e foi contratada ao custo de R$ 6.875.000.

Últimas notícias