DF: hospitais de campanha serão entregues até 15 de abril. Veja fotos

Unidades começaram a ser erguidas no último sábado (27/3) e devem ficar prontas em até 20 dias. Veja imagens das instalações nesta quarta

atualizado 31/03/2021 12:18

Construção de hospital de campanhaHugo Barreto/Metrópoles

Os três novos hospitais de campanha do Distrito Federal começaram a ser erguidos no último sábado (27/3), segundo a Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap). As empresas contratadas têm até 20 dias para entregar as unidades montadas na Ceilândia, no Gama e Plano Piloto. Dessa forma, as instalações devem ser inauguradas até 15 de abril.

O governador Ibaneis Rocha (MDB) assinou, na última quinta-feira (25/3), a ordem de serviço para a construção dos hospitais. Segundo o chefe do Executivo local, as unidades ficarão montadas por 180 dias e devem desafogar a rede hospitalar do DF, sobrecarregada em virtude da disseminação do novo coronavírus.

De acordo com a Secretaria de Saúde do DF, as unidades contarão com 100 leitos cada. A pasta, porém, não informou se todos serão destinados à Covid-19 nem quantos serão unidades de terapia intensiva (UTIs).

Estruturas

No sábado, as obras começaram no empreendimento do Autódromo Internacional Nelson Piquet, com demarcação do local, confecção dos calços do piso e colocação dos alambrados. No centro olímpico do Gama, a área foi limpa e preparada para o largada dos serviços. Na Escola Parque Anísio Teixeira, em Ceilândia, os trabalhadores deram início à montagem da tenda de 1.500 metros quadrados.

Os três hospitais de campanha serão administrados pela SES-DF. As unidades vão contar com leitos de suporte ventilatório pulmonar e outros equipamentos hospitalares, além de profissionais de saúde necessários para o pleno funcionamento da iniciativa. A contratação prevê custos com locação, montagem, manutenção e desmontagem das estruturas, assim como com a execução das instalações prediais dos hospitais.

Tanto a unidade do Plano Piloto, que será erguida no Autódromo Internacional Nelson Piquet, quanto a de Ceilândia, a ser montada na Escola Parque Anísio Teixeira, estão a cargo da empresa DMDL Montagens de Stands Ltda., que apresentou valor de R$ 6.597.500 por cada um dos lotes.

A unidade do Gama vai ocupar o centro olímpico e será construída pela Paleta Engenharia e Construções Ltda., que propôs o custo de R$ 6.875.000 no pregão eletrônico promovido pela Novacap.

Veja, abaixo, imagens da montagem das instalações nesta quarta-feira (31/3):
  • Autódromo, no Plano Piloto:
0
  • Escola Parque Anísio Teixeira, em Ceilândia:
0
  • Centro olímpico do Gama:
0
Atraso

Em 9 de março, Ibaneis afirmou, por meio de publicação em sua conta no Twitter, que os três hospitais de campanha deveriam começar a funcionar em 15 dias. Caso as instalações sejam inauguradas em 15 de abril, serão três semanas de atraso em relação à primeira previsão de entrega.

Últimas notícias