“Não precisam correr a hospitais”, diz Ibaneis sobre coronavírus

Governador diz que o DF não tem estrutura hospitalar para tratar toda a população

atualizado 16/03/2020 11:35

A população do Distrito Federal não deve correr para os hospitais com medo do novo coronavírus, segundo o governador Ibaneis Rocha (MDB). De acordo com o chefe do Executivo local, a rede pública está preparada para a doença, mas não tem condições de internar toda a comunidade.

O Metrópoles noticiou o caso de uma paciente com pedido de teste para a doença, assinado por clínica privada, que não foi atendida pelo Hospital Regional da Asa Norte (Hran), referência local para tratamento da Covid-19. Para o emedebista, a rede pública precisa seguir os protocolos.

“Nós não temos estrutura hospitalar para tratar toda uma população. Então, nós temos que tomar muito cuidado. Não é todo mundo correr para o hospital. Nós temos que avaliar caso a caso. O caso hospitalar é só naqueles que realmente houver uma doença respiratória avançada. É esse o protocolo que está acontecendo em todo o mundo”, assinalou.

As declarações foram feitas durante a inauguração do ponto com estrutura para taxistas próximo ao Aeroporto de Brasília.

Ele também falou sobre o marido da primeira vítima do novo coronavírus no DF, que está internada no Hran. A Procuradoria-Geral do Distrito Federal (PGDF) pediu à Justiça que ele fosse obrigado a fazer o teste e ser isolado, no que foi atendida.

“A linha é proteger as pessoas que estão com o vírus e também a sociedade. Nesse segundo caso foi uma iniciativa que eu tomei”, revelou Ibaneis. Para o emedebista, o isolamento do homem era necessário. “Porque existia ali um risco. Não só para os profissionais da saúde, mas para toda sociedade, porque ele estava circulando livremente pela cidade”, concluiu.

Últimas notícias