Observadora do cenário político do DF, lança luz nos bastidores do poder na capital.

Coronavírus: marido de mulher internada no DF testa positivo

Exame foi confirmado nesta terça-feira. Mais cedo, Justiça determinou que ele fique em isolamento domiciliar

atualizado 11/03/2020 13:04

O teste de André Luís Souza Costa da Silva, 45 anos, marido da paciente com coronavírus internada no Hospital Regional da Asa Norte (Hran), deu positivo para a doença. A informação foi confirmada ao Metrópoles pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) na noite desta terça-feira (10/03).

“Agora, ele passa à condição de paciente e receberá todo o cuidado necessário”, afirmou Ibaneis. Ainda de acordo com o governador, o laboratório onde foi feita a análise confirmou o resultado ao Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) e forneceu amostras para a contraprova.

À coluna, a advogada de André Luís confirmou o resultado do exame. “Fui informada de que o primeiro teste deu positivo. Mas ele não estava sentindo nenhum sintoma da doença. Reforço que está em isolamento domiciliar desde o dia 7 e que segue os protocolos”, disse Claudia Rocha Caciquinho.

Em nota, a Secretaria de Saúde confirmou se tratar do segundo caso da doença no DF: “O exame de biologia molecular do marido da paciente infectada pelo Covid-19, realizado em laboratório particular, resultou positivo para o novo coronavírus. É o segundo caso confirmado no Distrito Federal. O paciente encontra-se em isolamento domiciliar, sem sintomas”.

Mais cedo, antes da confirmação do exame, o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) informou que André Luís havia sido intimado a ficar em isolamento domiciliar.

À tarde, oficiais de Justiça procuraram o homem em endereço no Lago Sul para inteirá-lo da determinação judicial. Segundo o TJDFT, o paciente tomou conhecimento da intimação por meio de sua advogada.

Nessa segunda-feira (09/03), a Procuradoria-Geral do Distrito federal (PGDF) pediu à Justiça que o homem fosse intimado com urgência para fazer a coleta de material, conforme antecipado pelo Metrópoles.

O descumprimento da decisão poderia resultar em multa de R$ 5 mil a R$ 20 mil, conforme informou a coluna Grande Angular. Por volta das 12h, um oficial de Justiça, com máscara no rosto, bateu à porta de um endereço atribuído a André Luís. Não havia ninguém na residência, no Lago Sul.

Inicialmente, a Justiça acreditava que ele morava na residência. Contudo, trata-se de um escritório da família.

De acordo com informações do Ministério da Saúde atualizadas na tarde desta terça-feira (10/03), o Distrito Federal investiga 59 casos suspeitos de coronavírus e descartou outros 24. Até agora, a capital federal lida com um caso confirmado: o da mulher de André Luís. Na segunda-feira, eram 41 suspeitas.

0
Contaminação

Recentemente, André Luís viajou com a esposa para o Reino Unido e para a Suíça. A mulher, que tem 52 anos, começou a apresentar os sintomas em 26 de fevereiro, mas somente deu entrada no pronto-socorro do Hospital Daher, no Lago Sul, no dia 4 de março, com febre, tosse e secreções.

No dia seguinte, a paciente foi transferida para o Hran, unidade de referência para casos da doença no DF. Por causa da ida da mulher para a UTI do centro de saúde, na sexta-feira (06/03), o andar onde funcionam 10 leitos de terapia intensiva foi esvaziado para recebê-la.

Os pacientes que antes estavam internados no setor precisaram ser realocados em outras unidades de saúde do DF. Até agora, a mulher é o único caso confirmado de Covid-19 no DF. Se a contraprova de André Luis for positiva, ele será o segundo.

Nesta terça-feira (10/03), constatou-se uma uma piora no quadro clínico da mulher, que respira com a ajuda de aparelhos. “A paciente tem comorbidades que agravam o quadro clínico. Ela está sob cuidados intensivos da equipe multidisciplinar e de todo o suporte técnico-científico”, informou a Secretaria de Saúde, em nota.

Mais lidas
Últimas notícias