Não é golpe: BRB decide enviar boleto do IPVA para brasilienses

Secretaria de Economia anunciou que não enviaria a guia para as residências. Para facilitar a vida dos contribuintes, banco assumiu custos

Rafaela Felicciano/MetrópolesRafaela Felicciano/Metrópoles

atualizado 13/02/2020 19:48

Os contribuintes do Distrito Federal foram surpreendidos nos últimos dias com a chegada de um boleto para o pagamento à vista ou parcelado do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) de 2020. Até então, o Governo do Distrito Federal (GDF) vinha divulgando que, neste ano, a transação seria exclusivamente digital como forma de economizar recursos públicos.

O documento bancário impresso foi recebido com receio por parte dos cidadãos, que logo desconfiaram de uma tentativa de golpe. “O governo Ibaneis iniciou a transformação digital e pagamento de impostos via aplicativos. Mas o BRB quer facilitar ainda mais a vida da população e assumiu a impressão dos boletos sabendo que muitos poderiam ter dificuldades com o pagamento exclusivamente digital”, informou à coluna o secretário de Economia, André Clemente.

A pasta economizou R$ 3 milhões com impressão e envio dos boletos, valor que foi assumido pela instituição financeira. O BRB explicou ao Metrópoles que a distribuição da guia começou no último dia 11 de fevereiro, com o objetivo de ser mais um instrumento para auxiliar na arrecadação.

“A medida vai permitir que os usuários, sobretudo os com dificuldade de acesso à internet, recebam o boleto impresso na comodidade de suas casas”, informou Clemente.

Para quem preferir, o acesso ao boleto na internet pode ser feito pela página da Receita do DF (www.receita.fazenda.df.gov.br) ou pelos aplicativos Economia DF, do Banco de Brasília (BRB) ou do Banco do Brasil. É necessário ter em mãos a placa e o número do Renavam do veículo.

Quem não tiver acesso à internet poderá obter o boleto impresso diretamente nas agências do Na Hora ou nas agências da Receita DF.

De acordo com o GDF, o pagamento do IPVA poderá ser realizado de duas formas: à vista ou parcelado. No caso de pagamento único, o desconto é de 5% do valor total do imposto. O parcelamento do IPVA é feito em três vezes, sem desconto. As datas de vencimento das parcelas do IPVA são definidas pelo último número da placa de cada veículo.

Confira:

  • Finais 1 e 2: 17/02/2020, 16/03/2020 e 13/04/2020
  • Finais 3 e 4: 18/02/2020, 17/03/2020 e 14/04/2020
  • Finais 5 e 6: 19/02/2020, 18/03/2020 e 15/04/2020
  • Finais 7 e 8: 20/02/2020, 19/03/2020 e 16/04/2020
  • Finais 9 e 0: 21/02/2020, 20/03/2020 e 17/04/2020

Cobrança virtual

Desde o início do ano, a Secretaria de Economia tem enviado e-mails aos contribuintes para lembrar o pagamento do tributo, medida até então inédita. Esse sistema teve início em 2019 com o Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana (IPTU).

A medida tem o objetivo de alertar o cidadão sobre o vencimento dos pagamentos, além de reduzir a inadimplência na arrecadação dos impostos aplicados em diversas áreas da administração pública – inclusive a educação, por meio do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

No ano passado, a taxa de inadimplência do imposto foi de 10%, totalizando R$ 134 milhões em tributos vencidos. O número de placas inadimplentes é 230.440 mil, enquanto o de contribuintes nessa situação é 203.740 pessoas.

O não pagamento do imposto pode levar o contribuinte a ser inscrito na dívida ativa e ser cobrado pela Justiça, além de ter um aumento de 10% no valor final do imposto.

SOBRE O AUTOR
Caio Barbieri

Cursou jornalismo no Centro Universitário de Brasília (UniCeub). Passou pelas redações do Correio Braziliense, Agência Brasil, Rádio Nacional e foi editor-adjunto da Tribuna do Brasil. Ocupou a assessoria especial no Ministério da Transparência e foi secretário-adjunto de Comunicação do GDF. Chefiou o relacionamento com a imprensa na Casa Civil, Vice-Governadoria, Secretaria de Habitação e na Secretaria de Turismo do DF. Fez consultoria para vários partidos, entidades sindicais e políticos da Câmara Legislativa e do Congresso Nacional. Assina a coluna Janela Indiscreta do Metrópoles e cobre os bastidores do poder em Brasília.

Últimas notícias